Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Geral

Anvisa concede registro definitivo para vacina da Pfizer

Embora não tenha sido adquirida pelo Governo Federal, vacina é a primeira a receber registro, enquanto outras vacinas eram liberadas através de uso emergencial

23 fevereiro 2021 - 10h16Por Vinicius Costa

A vacina Pfizer/BioNTech recebeu, nesta terça-feira (23), o registro definitivo concedido pela Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) para atuar no país e continuar com o processo de imunização contra a covid-19.

Ela é a primeira vacina a receber o certificado definitivo. As vacinas da CoronaVac e da AstraZeneca receberam autorização para uso emergencial.

Embora não tenha sido comprada anteriormente pelo Governo Federal e tampouco esteja disponível no mercado, o governantes disseram que haviam uma cláusula que diziam que o fabricante não se responsabilizava por efeitos adversos graves, segundo o G1.

O Ministério da Saúde ainda não se pronunciou sobre o registro definitivo e não apresentou datas para uma previsão de compra da vacina, ainda conforme o G1.

A Pfizer/BioNTech foi uma das vacinas testada no Brasil, mas recebeu negativa do Ministério da Saúde quando foi oferecido pelo menos 70 milhões de doses para serem entregues no mês de dezembro do ano passado.

Veja a nota da Anvisa após o registro concedido:

"Como Diretor-Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, informo com grande satisfação que, após um período de análise de dezessete dias, a Gerência Geral de Medicamentos, da Segunda Diretoria, concedeu o primeiro registro de vacina contra a Covid 19, para uso amplo, nas Américas.

O imunizante do Laboratório Pfizer/Biontech teve sua segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro.

Esperamos que outras vacinas estejam em breve, sendo avaliadas e aprovadas.

Esse é o nosso compromisso." Diretor-presidente Antonio Barra Torres

Entre as autoridades de referência pela Organização Pan-Americana da Saúde OPAS), a Anvisa é a primeira a conceder o registro de uma vacina Covid-19, com 7 (sete) locais de fabricação certificados, refletindo a dedicação, planejamento e compromisso da Agência com o combate a pandemia. O registro abre caminho para a introdução no mercado de uma vacina com todas as salvaguardas, controles e obrigações resultantes dessa concessão. Diretora Meiruze Freitas".