Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Geral

Após morte de cachorro, Carrefour de Osasco fecha as portas

Convite para o protesto pedia às pessoas que durante o evento utilizassem uma peça de roupa na cor preta, além de levarem balões, flores e velas

10 dezembro 2018 - 07h35Por Da redação / UOL

O Carrefour Osasco fechou as portas após uma grande manifestação agendada para o local, em repúdio pela morte da cadela "Manchinha". O animal morreu após ser agredido por um segurança da loja, no último dia 30. De acordo com o Carrefour, a área de vendas da unidade na Grande São Paulo foi fechada durante a tarde, mas o estacionamento permaneceu liberado para os manifestantes. Até a noite, não havia informações sobre a reabertura da loja após as manifestações.

Em ato convocado nas redes sociais, mais de 12 mil pessoas haviam sinalizado que pretendiam comparecer e 55 mil demonstraram interesse. O convite para o protesto pedia às pessoas que durante o evento utilizassem uma peça de roupa na cor preta, levassem balões, flores e velas, em sinal de luto contra a morte da cadela.

Na quinta-feira (6), o segurança acusado de agredir e causar a morte do cachorro confessou à polícia ter golpeado o animal com uma barra metálica, mas se disse arrependido. Em depoimento prestado na Delegacia do Meio Ambiente, ele afirmou que não percebeu que havia ferido o animal e só teria se dado conta quando viu o sangue no chão. Também alegou ter buscado ajuda e ligado para o Centro de Zoonoses do seu celular pessoal.