Menu
quarta, 28 de outubro de 2020
Geral

Banco Central lança moedas comemorativas da Copa do Mundo

Ouro, Prata e Cuproníquel

13 dezembro 2013 - 09h38Por Redação

O Banco Central (BC) vai lançar, no dia 24 de janeiro de 2014, uma série de moedas comemorativas oficiais da Copa do Mundo. Ao todo, serão nove moedas especiais, destinadas a colecionadores: uma de ouro, duas de prata e seis de cuproníquel – liga metálica de cobre e níquel.

A moeda de ouro faz alusão à taça da Copa do Mundo e ao momento do gol. Uma das moedas de prata apresenta o mascote oficial do campeonato, o tatu Fuleco, e a outra homenageia as 12 cidades-sede da competição. Já as moedas de cuproníquel compõem a série Jogadas do Futebol, retratando lances típicos do esporte: a defesa do goleiro, a cabeçada, a matada no peito, o passe, o drible e o gol. Também deverá ser comercializada, a partir de março, uma cartela com o conjunto das seis moedas de cuproníquel.

A moeda de ouro, com valor de face de R$ 10, vai custar R$1.180. A tiragem inicial será de 2.720 e pode chegar ao máximo de 5 mil moedas. Cada moeda de prata, com valor de face de R$ 5, será vendida a R$ 190, com tiragem inicial de 12 mil e máxima de 20 mil moedas. As moedas de cuproníquel vão custar, cada uma, R$ 30, com valor de face de R$ 2. A tiragem inicial será 7,4 mil, mas pode chegar ao máximo de 20 mil moedas.

Após o lançamento, as moedas poderão ser compradas no site do Banco do Brasil ou nas representações regionais do BC. Nas regionais do BC, o pagamento deverá ser feito em dinheiro. Nas compras pela internet, o pagamento poderá ser feito através de boleto bancário ou, se o comprador for correntista do Banco do Brasil, por débito em conta.

Leia Também

Mulher esfaqueada ao defender amiga atacada pelo marido segue internada na Santa Casa
Interior
Mulher esfaqueada ao defender amiga atacada pelo marido segue internada na Santa Casa
Chamou pelo nome: usuário de cocaína atira contra morador e vai preso em Coxim
Interior
Chamou pelo nome: usuário de cocaína atira contra morador e vai preso em Coxim
Bolsonaro desiste de decreto que sugeria privatização do SUS
Geral
Bolsonaro desiste de decreto que sugeria privatização do SUS
Governo de MS vai pagar o 13º em data escolhida pelos servidores
Cidades
Governo de MS vai pagar o 13º em data escolhida pelos servidores