TCE MAIO
(67) 99826-0686

Brasil reduz desigualdades sociais,mas violência continua, diz pesquisa

Violência

6 DEZ 2013
Agência Brasil
09h39min

Estudo realizado pelo sociólogo e cientista político Emir Sader apontou que o Brasil e a America Latina reduziram as desigualdades sociais, mas não diminuíram a violência   “O diagnóstico correto seria: menor desigualdade tende a menos violência, diz o sociólogo e cientista político Emiar Sader. Segundo ele, o maior paradoxo é estarmos em um país que diminuiu a pobreza, mas tem intensificado a violência”. O ponto de vista será posto para debate na próxima sexta-feira (13), no Fórum Mundial de Direitos Humanos.

O evento acontecerá em Brasília de 10 a 13 de dezembro. Sader fará parte da mesa Por uma Cultura de Direitos Humanos, junto com a professora argentina Alicia Cabezudo e a presidenta da Comissão Nacional para os Direitos Humanos e Cidadania de Cabo Verde, Zelinda Cohen. O debate será sobre o papel da educação em direitos humanos para o desenvolvimento e emancipação do cidadão.

Segundo o levantamento, agressões e ameaças são os mais comuns, com 14,3% dos entrevistados tendo sofrido situações do tipo nesse período. Em seguida, aparecem relatos de discriminação (10,7%), furtos de objetos (9,8%) e fraudes (9,2%). “Houve um aumento de interesse por direitos humanos, mas nos círculos pequenos. No conjunto da sociedade isso não chega”.

Veja também