TJMS dezembro
Menu
Busca quarta, 11 de dezembro de 2019
Geral

Cachorra leva 17 tiros, sobrevive e se torna acompanhante terapêutica

Cadelinha foi abandonada grávida e extremamente ferida. Resgatada e cega, hoje ela é treinada para escoltar crianças autistas

16 julho 2019 - 16h48Por Da redação/Portal R7

Uma cachorrinha foi encontrada em uma rua do Líbano. Ela estava cega, sem uma das orelhas, com a mandíbula fraturada e ainda por cima grávida. Situação atribuída aos 17 tiros que levou antes de ser abandonada. Segundo o jornal argentino Crónica, a imagem de Maggie, como hoje é conhecida, correu o mundo e chegou até a Wild At Heart Foundation, instituição de caridade animal que a resgatou.

A fundação então elaborou um anúncio para os interessados em adotar a valente cachorrinha. Prontamente respondido por uma mãe e uma filha que trabalhavam em um abrigo para animais na cidade de Brighton, na Inglaterra. Mas, a história não parou por aí: Maggie precisava se recuperar e atender a diversos requisitos para viajar de um país a outro.

A partir daí, as futuras tutoras da cachorra iniciaram uma intensa campanha para arrecadar dinheiro internet e em poucos meses, elas conseguiram se reunir! Segundo a publicação, apesar das sequelas, Maggie está totalmente recuperada e hoje é treinada como acompanhante terapêutica para crianças autistas.

"Ela está em uma missão para espalhar amor e inspirar os outros", diz a descrição do perfil da cachorrinha mantido no Instagram. Rede na qual Maggie faz o maior sucesso. Em menos de 1 ano, já são mais de 103 mil internautas de todas as partes do mundo conectados ao dia a dia dela.

"Sou muito grata por ter encontrado uma comunidade tão amorosa e solidária. Muito grata por podermos compartilhar essa jornada com vocês", escreveu uma das tutoras na publicação na qual comemora a marca de 100 mil seguidores. E se você quiser acompanhar a incrível trajetória dessa "guerreirinha", só buscar no Instagram por @maggiethewunderdog.