Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Começou 2ª etapa da vacinação contra aftosa em Mato Grasso do Sul

Prevenção

6 NOV 2013
Redação
08h14min
Foto: Divulgação

Com início na última sexta-feira (1º), a segunda etapa da vacinação contra a febra aftosa nas regiões do Planalto e do Pantanal pretende seguir no mínimo os mesmos índices dos anos anteriores. "O Estado tem atingido 97% e 98% de rebanho imunizado", declarou a diretora-presidente da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), Cristina Carrijo.

O calendário de novembro trouxe mudanças para a região do Planalto, onde a imunização passou a abranger bovinos e bubalinos com até 24 meses de idade. Já no Pantanal, para os optantes da segunda etapa, todo o rebanho deverá ser vacinado. Na região de fronteira, onde a campanha teve início em 1º de outubro, o prazo segue até 15 de novembro.

Para Cristina Carrijo, o momento é de conscientização e de continuidade do que já vem sendo realizado. "Mato Grosso do Sul está livre da febre aftosa há 7 anos e existe um trabalho muito grande investido por trás disso. Nós esperamos que os produtores rurais continuem com a consciência da importância da vacinação e com a firmeza, protegendo o que é deles. É de extrema importância fazer o dever de  casa, e não há sucesso sem comprometimento", frisou.

O Calendário de Vacinação segue da seguinte maneira:

Região do Planalto - de 1º a 30 de novembro, vacinação de todo rebanho bubalinos com até 24 meses de idade. De 1º novembro a 15 de dezembro, período de registro da vacinação na Iagro;


Região do Pantanal - de 1º de novembro a 15 de dezembro, vacinação de todo rebanho bovino e bubalino, de mamando a caducando, nas propriedades optantes pela vacinação na etapa de novembro. No período de 1º de novembro a 30 de dezembro, realização do registro da vacinação na Iagro;

Região da Fronteira - de 1º de outubro a 15 de novembro, vacinação de todo rebanho bovino e bubalino, de mamando a caducando. De 1º de outubro a 30 de novembro deverá ser realizado o registro da vacinação na Iagro.

Veja também