Menu
terça, 11 de agosto de 2020
Geral

CUIDADO: cobra naja que deixou estudante em estado grave está desaparecida

Policiais e agentes do Ibama procuram a serpente que é extremamente venenosa

08 julho 2020 - 19h38Por Thiago de Souza

A cobra da espécie naja kaouthia está desaparecida e autoridades do meio ambiente estão preocupadas, já que essa serpente é altamente venenosa. Ela picou o estudante de veterinária Pedro Henrique Santos Krambeck Lehmkul, 22 anos, e o deixou em estado grave.

Na tarde desta quarta-feira (8), agentes da Polícia Civil do Distrito Federal e do Ibama foram até a residência do estudante tentar achar a cobra, que não tem registro oficial de entrada no Brasil. 

Conforme o Metrópoles apurou, o padrasto de Pedro estava na casa da família, que fica no Guará e não queria colaborar para a entrega da cobra. Os oficiais aguardavam um mandado de apreensão da Justiça  para que a Naja fosse, enfim, capturada. Contudo, após negociações, a entrada no apartamento foi autorizada pela família, mas as autoridades não localizaram a cobra.

Cobra semelhante deixou estudante em estado grave. (Foto: Flickr Reprodução)

No imóvel, policiais e agentes do Ibama encontraram apenas gaiolas onde ficam camundongos usados na alimentação da serpente. As buscas prosseguem.
Pedro segue internado, em estado grave e em coma induzido, no Hospital Maria Auxiliadora, no Gama. 

Leia Também

Decreto da Lei Seca foi antecipado em pesquisa sobre pandemia em Campo Grande
Cidade Morena
Decreto da Lei Seca foi antecipado em pesquisa sobre pandemia em Campo Grande
No Dia do Advogado, profissional relembra trajetória e destaca amor incondicional pelo Direito
Dia Nacional do Advogado
No Dia do Advogado, profissional relembra trajetória e destaca amor incondicional pelo Direito
Clientes se aglomeram em fila de banco e um passa mal na avenida Bandeirantes
Cidade Morena
Clientes se aglomeram em fila de banco e um passa mal na avenida Bandeirantes
Grávida leva 22 facadas do marido e perde bebê no DF
Geral
Grávida leva 22 facadas do marido e perde bebê no DF