(67) 99826-0686
Prestação de contas 17/04 a 26/04/2019

Dia Mundial da Alimentação: Pequenos produtores e quilombolas comercializarão alimentos saudáveis

Haverá ainda, instruções alimentares e nutricionais, antropometria voltadas para a população em geral

5 OUT 2016
Assessoria
15h31min
Foto: Assessoria

Em comemoração ao “Dia Mundial da Alimentação”, anualmente celebrado no dia 16 de outubro, a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) por meio do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional de Mato Grosso do Sul – Consea/MS, promove na próxima sexta-feira (07), das 8h às 15h, na Praça Ari Coelho, uma feira de produtos dos pequenos produtores rurais e quilombolas que serão comercializados com valor abaixo de mercado. O evento faz parte da Semana Mundial da Alimentação que tem como tema este ano: “O clima está mudando. A alimentação e a agricultura também”.

Haverá ainda, instruções alimentares e nutricionais, antropometria voltadas para a população em geral, com intuito de informação e orientação à temática de Segurança Alimentar e Nutricional e Direito Humano a Alimentação Saudável e Adequada.

A presidente do Consea/MS, Vania de Sousa Almeida, enfocou que o objetivo principal é mobilizar e sensibilizar a população quanto ao consumo de alimentos saudáveis. “Nossa meta é promover o incentivo a alimentação saudável em qualidade e quantidade, além de estimular para o consumo de alimentos naturais, os in natura, de boa qualidade e transmitir a população que existem pequenos produtores que comercializam esses alimentos a um preço mais acessível”, pontuou a presidente.

Estimativas indicam que o número de habitantes do planeta vai superar os nove bilhões de pessoas em 2050, e a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação – FAO, estima que a produção mundial de alimentos vai ter que aumentar em 60% para poder atender as novas demandas alimentares. Por outro lado, os pequenos agricultores familiares do mundo, que produzem a maior parte dos alimentos que consumimos, estão entre os mais afetados pelas altas temperaturas, as secas e os desastres relacionados a uma meteorologia adversa relacionada às mudanças climáticas. Por isso a relevância do tema escolhido para este ano.

Criação

O Dia Mundial da Alimentação foi criado em comemoração à criação da FAO, tal evento tem como objetivo propiciar meios de divulgação e conscientização sobre a importância da alimentação saudável e equilibrada na promoção da saúde e, por consequência na qualidade de vida das pessoas, além de divulgar o Direito Humano a Alimentação Saudável e Adequada (DHAA) como um dos direitos fundamentais do ser humano.

Segurança alimentar

A segurança alimentar e nutricional preceitua, desde a produção, comercialização e o consumo de alimentos saudáveis. Ações conjuntas entre Estado e sociedade civil são fundamentais para que cada parte cumpra suas atribuições específicas, utilizando os recursos existentes de forma mais eficiente e com mais qualidade.

Veja também