SEBRAE MAIO 2023 2

terça, 28 de maio de 2024

Busca

terça, 28 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Educação

há 1 mês

Escolas estaduais realizam ações educativas no 'Dia D de Combate à Dengue'

O objetivo foi levar para as comunidades escolares o debate contra o avanço das arboviroses em Mato Grosso do Sul

  • Escolas realizaram ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti
  • Escolas realizaram ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti
  • Escolas realizaram ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti
  • Escolas realizaram ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti
  • Escolas realizaram ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti
  • Escolas realizaram ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti
  • Escolas realizaram ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti
  • Escolas realizaram ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti
  • Escolas realizaram ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti

As unidades escolares de REE-MS (Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul) desenvolveram, na última quarta-feira (10), ações educativas no 'Dia D de Conscientização' contra o mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, Chikungunya e zika, intitulada 'Escola Livre da Dengue – Todos Contra o Mosquito'.

O objetivo da ação, que é uma iniciativa do Governo de Mato Grosso do Sul, por intermédio da SED (Secretaria de Estado de Educação) e da SES (Secretaria de Estado de Saúde), foi levar para as comunidades escolares o debate contra o avanço das arboviroses (dengue, Chikungunya e zika). Os estudantes apresentaram os resultados da mobilização realizada em março.

Escola Luisa Vidal Borges Daniel

A unidade, que oferta educação em tempo integral, em Campo Grande, realizou ação educativa com estudantes do 9º ano do ensino fundamental, no 'Dia D de Combate à Dengue', sob a orientação dos professores Renata e Thiago.

"Educar para o combate a redução dos casos é compromisso cidadão, visto que uma importante forma de prevenção é a educação, as formas coletivas de prevenção, com participação de toda a comunidade", enfatiza professora Renata.

Jogo educativo: na EE Luisa Vidal Borges Daniel, os estudantes produziram um jogo de perguntas e respostas abordando temas essenciais sobre a doença, incluindo seu causador, vetor e medidas de prevenção. Este jogo envolveu os alunos em um desafio divertido e informativo, onde a apresentadora lia perguntas para grupos de três estudantes, incentivando-os a acertar o alvo correto e aqueles que erravam recebiam outra oportunidade para responder.

Todos os participantes foram reconhecidos com prêmios, promovendo um ambiente de incentivo e colaboração. “Essa iniciativa não apenas foi divertida, mas também, ampliou o conhecimento dos estudantes sobre a dengue e promoveu a conscientização e prevenção da doença em nossa comunidade”, finalizou diretora Valéria Aparecida Mendonça de Oliveira Calderone Zanetti.

Escola Professora Delmira Ramos dos Santos

Na acolhida matinal da Escola Estadual Professora Delmira Ramos dos Santos, que oferta educação em tempo integral, localizada na rua dos Recifes, no Conjunto Coophavila II, em Campo Grande, houve uma mobilização de conscientização de combate ao mosquito da dengue e apresentação dos trabalhos desenvolvidos no decorrer dos dias letivos pelos estudantes do 4° e 5° ano do ensino fundamental.

Escola Presidente Tancredo Neves

Os estudantes do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual Tancredo Neves, em Dourados, realizaram ações, com toda comunidade escolar, na luta contra a propagação da Dengue.

Durante o Dia D, foram realizadas diversas atividades educativas e de conscientização, como palestras sobre prevenção da dengue, distribuição de materiais informativos, atividades lúdicas e práticas de eliminação de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti nas escolas e em suas comunidades circundantes.

O objetivo é não apenas educar os alunos sobre os riscos da dengue e como preveni-la, mas também mobilizar toda a comunidade escolar e suas famílias para adotarem medidas concretas de combate ao mosquito transmissor. Essa integração entre educação e saúde é fundamental para reduzir os casos de dengue e proteger a saúde de todos.

Blitz: foram várias atividades com os estudantes, como: vídeos, cartazes, pinturas, cordéis, murais, etc. Dentre elas alunos do 3º ano do ensino médio realizaram uma “Blitz Educativa”, “no semáforo que fica em frente a escola, os alunos distribuíram panfletos educativos para a prevenção da dengue para os carros e pedestres que ali passavam, o evento foi um sucesso”, lembrou professora PCPI Milena dos Santos Peixoto.

Escola Antônia Silveira Capilé

O combate à Dengue na Escola Estadual Antônia Silveira Capilé, em Dourados, foi com atividades criativas, educativas e tecnológicas. Foram diversas ações para conscientizar alunos, professores e comunidade sobre a importância da prevenção da doença.

O evento contou com diversas atividades interativas e educativas, como: Mural interativo: Os alunos criaram posts para um mural informativo sobre a dengue, com ilustrações, gráficos e dicas de prevenção. O mural foi exposto na acolhida e durante toda a semana na escola, para que todos pudessem ter acesso às informações.

Produção de book com histórias em quadrinhos: os alunos produziram um book de histórias em quadrinhos que abordava a temática da dengue de forma lúdica e educativa. O material foi distribuído aos alunos e também está disponível online para download.

Repelente natural: os estudantes aprenderam a fazer repelente natural com ingredientes simples e acessíveis. A receita foi disponibilizada para que todos pudessem colocar em prática em casa. Quiz de perguntas sobre a dengue e as formas de tratamento e prevenção.

"Os alunos se envolveram muito nas atividades e mostraram grande interesse em aprender sobre a dengue. Isso nos motiva a continuar realizando ações de conscientização como esta", afirma professora Nágila Sana.

"O Dia D da Dengue foi uma oportunidade para conscientizar a comunidade escolar sobre a importância da prevenção da doença. As atividades foram criativas e educativas, e esperamos que tenham um impacto positivo na comunidade", finaliza diretor João Henrique Bueno de Godoy Filho.

Escola Vilmar Vieira Matos

Também no dia 10 de abril foram realizadas ações de conscientização sobre o “Dia D” na Escola Estadual Vilmar Vieira Matos, em Dourados. Sob orientação da professora Nathaskia Nunes, os estudantes do Projeto AJA-MS associaram a teoria com a prática, estudando textos referentes ao tema da Dengue e relacionando-os com a produção de repelentes naturais.

Repelentes naturais – Foram desenvolvidos com materiais acessíveis (cravo, citronela e álcool) podem auxiliar no afastamento dos mosquitos e insetos dos ambientes, sendo produzidos seguindo proporções adequadas nas misturas.

Após o momento de produção, embalagem e rotulação dos repelentes, os estudantes apresentaram o produto final para outras turmas, justificando e conscientizando os colegas sobre a importância dos hábitos conscientes para combater o mosquito Aedes aegypti.

Decoração: outra ação desenvolvida sobre o Dia D, desta vez, pela professora Fabiana, da disciplina de Artes, foi a produção de mosquitos com materiais recicláveis para decoração de alguns ambientes da escola, bem como para chamar atenção com mensagens relacionadas à prevenção e o combate da Dengue.

Escola Nair Palácio de Souza

Em Nova Andradina, na Escola Estadual Professora Nair Palácio de Souza, ocorreu acolhida com a temática “Todos contra a Dengue”. Foram apresentados aos alunos de forma bem divertida, inúmeras ações de prevenção da doença que vão desde a eliminação dos focos de água parada que servem para reprodução do vetor de transmissão e também para que todos tenham consciência da importância da vacina, que já está disponível para aplicação. A ação foi realizada com a participação dos estudantes do 6º ano do ensino fundamental e professores da área de Ciências.

A unidade também mobilizou, no dia 08, um mutirão de limpeza nos arredores da escola dos focos de contaminação do Aedes aegypti que podem provocar Dengue, Zica e outras Arboviroses. Para esta tarefa, foram escolhidos os alunos do 9º ano A e B, que orientados pela professora de Ciências realizaram esta importante ação no combate ao vetor de transmissão da Dengue.

A escola forneceu sacos de lixo, luvas e outros aparatos para garantir a segurança dos alunos. “Percebe-se que são momentos como esse que permitem que a escola possa executar seu papel na sociedade e contribuir para a disseminação de ações que mudam a vida das pessoas. Este momento de trabalho é apenas uma das inúmeras ações no combate à Dengue que a escola realiza, em um trabalho contínuo com a alunos, docentes, coordenação e direção”, finaliza diretora Danielly Cristiny Sakate Bernegozzi Rueda.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO