Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Geral

Etanol mais caro pressiona a inflação

Aumento

02 dezembro 2013 - 08h50Por Redação

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) encerrou novembro com variação de 0,68% ante 0,67%, na terceira prévia do mês. No acumulado desde janeiro, o índice teve alta de 4,91% e, nos últimos 12 meses, 5,59%.

O levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra que quatro dos oito grupos pesquisados apresentaram avanços com destaque para transportes (de 0,05% para 0,11%), puxado pelo aumento de preços do etanol (de 0,39% para 0,93%)

Os demais grupos que registraram acréscimos foram: educação, leitura e recreação (de 0,38% para 0,55%); vestuário (de 0,76% para 0,87%) e despesas diversas (de 0,98% para 1,22%). Em trajetória oposta, o ritmo de correções de preços teve redução em habitação (de 0,85% para 0,82%); alimentação (de 0,95% para 0,92%); comunicação (de 0,99% para 0,91%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,50% para 0,46%).

Entre os itens que mais influenciaram o aumento do IPC-S estão a tarifa de energia elétrica residencial (de 2,61% para 2,8%); refeições em bares e restaurantes (de 0,44% para 0,63%); aluguel residencial (de 0,89% para 0,95%); passagem aérea (de 11,92% para 18,88%) e cigarros (de 1,65% para 2,34%).

Fonte: Agência Brasil

Leia Também

Natal terá enfeites nas ruas, mas Cidade do Natal deve continuar de portas fechadas
Cidade Morena
Natal terá enfeites nas ruas, mas Cidade do Natal deve continuar de portas fechadas
Em último programa, Maisa se emociona em despedida do SBT
Geral
Em último programa, Maisa se emociona em despedida do SBT
Ciclista mostra pernas após 4 horas de treino e impressiona fãs
Geral
Ciclista mostra pernas após 4 horas de treino e impressiona fãs
Após semana de chuva, MS tem calor de 34°C em várias regiões
Cidade Morena
Após semana de chuva, MS tem calor de 34°C em várias regiões