Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Geral

Faculdade faz colação de grau de alunos em formato drive-in

Da cerimônia drive-in realizada formaram profissionais das áreas de administração, direito, educação física e publicidade e propaganda

18 outubro 2020 - 11h46Por Dany Nascimento

Alunos de uma faculdade de Itapetininga (SP) participaram ontem (17), da cerimônia de colação de grau de dentro de carros, vestindo máscara e capelo.

De acordo com o G1, a cerimônia drive-in foi a solução encontrada pela faculdade para formar 27 alunos durante a pandemia de coronavírus. Por isso, medidas como o distanciamento e higiene foram tomadas para garantir a segurança dos formandos.

“Não tínhamos outra alternativa a não ser montar toda essa estrutura para proporcionar aos alunos um momento diferente, momento que possam levar para a memória deles e ficar marcado para o resto da vida”, diz Rafael Almeida, diretor geral da faculdade.

Para receber o diploma, Cláudio Rafael de Almeida viajou e estudou por anos, por isso, mesmo com o distanciamento e manobras com o carro para pegar o canudo, a colação de grau foi inesquecível.

“Não foi fácil chegar até aqui, moro em Apiaí. De lá aqui são 160 quilômetros e viajar todos os dias para Itapetininga foi sofrido. Até chorei um pouco já”, conta.

A colação de grau é obrigatória para que o então estudante receba o diploma e passe a atuar como um profissional.

Leia Também

Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Interior
Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Na Lata
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Cidade Morena
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde
Geral
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde