TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quarta, 21 de abril de 2021
COVID CONFLITO
Geral

Filhas de empresário são nomeadas pela Prefeitura de Manaus para receber vacinas

População revoltada denunciou o caso nas redes sociais. Elas são médicas e teriam sido nomeadas as pressas para 'furar fila' e terem prioridade

20 janeiro 2021 - 13h30Por Rayani Santa Cruz

Internautas do Amazonas denunciaram nas redes sociais que duas mulheres, filhas de empresário de Manaus foram nomeadas pelo prefeito David de Almeida, em 18 de janeiro para ‘furar fila’ e receber a vacina contra a covid-19. Enquanto isso, profissionais da linha de frente continuam a espera. 

Gabrielle e Isabella Lins, filhas do dono da empresa Nilton Lins, são médicas e apesar disso o caso deu o que falar na capital amazonense que está vivendo um verdadeiro caos e desastre na saúde pública.

A divulgação do caso foi realizada por sites como o DCM, Fora Impacto e pelo canal do Twitter ‘Bora Conversar Política’ e rendeu milhares de comentários negativos. 

As críticas são principalmente pela escolha das duas ao invés de profissionais que trabalham desde o início da pandemia na linha de frente. Até mesmo a nomeação das médicas está sendo questionada entre os internautas.

Além disso, conforme o DCM  as médicas que aparentemente furaram fila estão ameaçando processar quem tocar no assunto e dizem que não são culpadas de terem sido priorizadas. 

Sobre o caso, o prefeito disse ao R7 que ambas começaram a trabalhar recentemente na rede pública após o afastamento de 122 profissionais da área por causa do novo coronavírus. "Elas estavam em serviço, no seu plantão", justificou o prefeito. "Se encaixa perfeitamente naquilo que preconiza as normas ditadas pelo governo federal", continuou. 

Após a polêmica o gestor declarou que vai decretar a proibição de fotografias dos profissionais na hora da vacina para publicação nas redes sociais.