Menu
quinta, 25 de fevereiro de 2021
Geral

Gasto de R$ 15,6 milhões em leite condensado vale 7,8 mil cilindros de oxigênio

A lista de compras do governo foi revelada em meio a maior crise sanitária já vista no país

27 janeiro 2021 - 09h56Por Rayani Santa Cruz

Os R$ 15,6 milhões gastos com leite condensado pelo Palácio do Planalto em 2020 equivale a cerca de 7,8 mil cilindros de oxigênio de 50 litros (padrão industrial), avaliados entre R$ 1, segundo a UOL.

A divulgação da lista de compras do governo causou alvoroço nas redes sociais e na população, principalmente pela crise sanitária do Amazonas, que apresentou aceleração de 157% na média de mortes por covid-19 nos últimos sete dias.

Houve a divulgação de que diversas pessoas furaram fila da vacinação em Manaus, e isso fez com que uma decisão judicial que suspendeu a entrega de mais de 132 mil doses da vacinas da AstraZeneca no Amazonas enquanto a lista de vacinados — e os critérios que cumprem enquanto grupo de risco — não for divulgada. 

Caos sanitário em meio à falta de oxigênio, a transferência de pacientes para outros estados e a reabertura de um hospital de campanha são um chamariz para novos pedidos de impeachment de Jair Bolsonaro. 

Ainda segundo o UOL, entidades católicas e evangélicas protocolaram pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na Câmara dos Deputados, por negligência em relação às medidas de prevenção à pandemia e pelo caos no Amazonas.

É o 63º pedido de impeachment protocolado contra Bolsonaro na Casa.

Já a AJD (Associação Juízes para a Democracia) encaminhou à PGR (Procuradoria-Geral da República), representação contra Bolsonaro em razão do 'menosprezo de consistentes indícios de agravamento da pandemia no Amazonas, que culminou no desabastecimento de oxigênio no Estado'.

Auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) considerou que não há amparo legal no uso de recursos públicos para a compra de medicamentos à base de cloroquina e pediu explicações ao Ministério da Saúde.