TCE MAIO
(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Governo cadastra e capacita responsáveis técnicos para o Precoce MS

O programa é realizado por meio da Secretaria de Produção e Agricultura Familiar com apoio de diversos parceiros

24 OUT 2016
Assessoria
18h35min
Foto: Assessoria

Dando sequência ao cronograma de ações previstos dentro do processo de reformulação do antigo Sub-Programa de Apoio a Criação de Bovinos de Qualidade e Conformidade (Novilho precoce), agora chamado “Precoce MS”, o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul realizou, nesta sexta-feira (dia 21), o primeiro de uma série de treinamentos voltados aos profissionais que atuarão como responsáveis técnicos dos produtores – quando o subprograma for relançado em fevereiro próximo.

O programa é realizado por meio da Secretaria de Produção e Agricultura Familiar com apoio de diversos parceiros.  Logo na abertura do treinamento, que contou com a participação de cerca de quarenta profissionais, o Secretário adjunto Jerônimo Alves Chaves ressaltou a importância destes no novo formato dado ao subprograma, destacando sua atuação na alimentação dos dados, no auxílio a pré-seleção dos animais destinados ao abate e na orientação dos produtores quanto aos novos critérios técnicos.

As significativas mudanças, a ampliação de dispositivos que oferecerão maior segurança e agilidade ao processo também foram destacadas por Jerônimo.

O cumprimento à risca dos prazos estabelecidos para a repaginação do subprograma traz, segundo Jerônimo, a certeza de que Mato Grosso do Sul terá maiores condições de ampliar sua competitividade.

Após a abertura dessa fase de inscrição e treinamento dos técnicos, o Estado se prepara para em novembro começar a recadastrar os produtores e empresas de classificação e, em janeiro, as indústrias frigorificas interessadas em participar do Precoce MS. Concluídas estas etapas o subprograma é relançado em 1º de fevereiro de 2017.

O trabalho de reformulação que resultou na paralisação temporária do subprograma foi comandado pela Sepaf tendo como parceiros as principais entidades representativas do Setor produtivo do Estado. Algumas delas estiveram inseridas na programação do treinamento.

A secretaria executiva do Precoce MS, Gladys Moreira Espíndola Rachel, fez as explanações básicas sobre o programa, deixando a cargo do Chefe Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Gado de Corte, Gelson Luis Dias Feijó, a explanação sobre os aspectos técnicos que sofrerão modificações no novo formato.

O Auditor Fiscal da Receita Estadual da Secretaria de Fazenda do Estado, Cleverton Messias Miotto Corazza, explicou como a Sefaz atuará nas diversas fases do subprograma, destacando a importância da informatização na ampliação da segurança.

O auditor fiscal da SFA-MS, do Ministério da Agricultura, Marcelo Fontes Pereira, que trabalha com a classificação e tipificação de carcaças bovinas, explanou sobre o trabalho realizado pelos profissionais dentro das unidades frigorificas e a Drª Ana Carolina, representante do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-MS) juntamente com o representante do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia estadual (Crea-MS) falou sobre responsabilidade técnica.

Para Antônio Severo Neto, engenheiro agrônomo e zootecnista, um dos profissionais que se inscreveram para a participação no subprograma e no treinamento, o novo formato abre novas oportunidades para o setor, e traz desafios muito interessantes aos profissionais do setor.

Nos próximos quinze dias as informações sobre as alterações técnicas e percentuais de incentivo que devem ser oferecidos aos produtores serão divulgados.

Mais informações sobre o programa e o link para inscrições podem ser encontradas no site www.sepaf.ms.gov.br ou obtidas no 67 3318-5021 com Gladys.

Veja também