TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
segunda, 19 de abril de 2021
Geral

MC conta que tentou suicídio após estupro; cantor do Molejo diz que sexo foi consensual

Maylon alega que tentou resistir e pediu para o pagodeiro parar, pois era virgem; Anderson alega que foi tudo permitido

15 fevereiro 2021 - 13h45Por Diana Christie

O cantor e dançarino MC Maylon, que acusa o cantor Anderson Leonardo, do Molejo, de estupro, disse que tentou suicídio. As informações são do site Meia Hora, que acompanhou entrevista ao jornalista Roberto Cabrini, no "Domingo Espetacular".

"Eu não estava bem. Tentei me matar duas vezes, fui entrando em depressão", disse MC Maylon, que detalhou a cena do dia em que teria ido ao motel com Anderson. "Ele bateu no volante e falou: 'você está desconfiado do pai?'. Ele falou: 'sou uma pessoa pública, as pessoas não podem me ver", conta.

Maylon alega que tentou resistir e pediu para o pagodeiro parar, pois era virgem. "A única coisa que eu falava para ele era: 'pai, para. Pai, eu sou virgem'. Ele agarrou no meu braço e começou uma briga corporal entre eu e ele", diz.

O rapaz chamava Anderson de "pai" e tem uma tatuagem do rosto do cantor no braço.

Anderson, por sua vez, defendeu que a relação com Maylon foi consensual. "Foi tudo permitido. Eu gosto de pessoas e sou um cara que não sou preconceituoso. Não pode-se dizer que sou gay nem que sou bi", falou.

Ele também disse não estar preocupado com o resultado do laudo das provas que o dançarino entregou. O jovem deixou na delegacia a cueca que estava usando no dia do suposto crime, que teria ficado suja de sangue e de esperma de Anderson. "O que eu fiz e faço entre quatro paredes, ninguém precisa saber de nada. A verdade vai aparecer", concluiu o vocalista do Molejo.