tCE COVID 19 18 A 16/05
Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
camara municipal
Geral

MEC divulga lista de instituições de ensino que implantarão cursos de medicina

Iniciativa faz parte do Programa Mais Médicos, lançado em 2013

27 setembro 2016 - 18h22Por Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) publicou hoje (27) portaria que divulga os municípios e instituições de educação superior selecionados para implantar cursos de medicina em diferentes municípios do país. Ao todo, serão abertas até 2.355 vagas para a formação de médicos distribuídas em 37 cidades de dez estados. A lista com as cidades e as mantenedoras de ensino selecionadas pode ser consultada no Diário Oficial da União. 

A iniciativa faz parte do Programa Mais Médicos, lançado em 2013, e tem o objetivo de levar cursos de medicina para locais com maior carência de médicos. O edital, cujo resultado foi publicado nesta terça-feira, é de 2014.  De acordo com o MEC, o edital chegou a ser suspenso em outubro de 2015, por decisão do Tribunal de Contas da União, e retomado este ano.

As mantenedoras que tiveram as propostas selecionadas devem se apresentar à Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) até 11 de outubro para a entrega da garantia de execução e assinatura de termo de compromisso. Também está previsto o monitoramento da implantação dos projetos apresentados. De acordo com cada proposta selecionada, esse processo pode ser feito entre três e 18 meses.

Leia Também

Esteira com tv e internet para Hamilton Mourão vai custar R$ 44 mil
Geral
Esteira com tv e internet para Hamilton Mourão vai custar R$ 44 mil
O Globo e Folha alegam insegurança e desistem de cobrir Bolsonaro no Alvorada
Geral
O Globo e Folha alegam insegurança e desistem de cobrir Bolsonaro no Alvorada
Senado obriga Weintraub a dar explicações sobre 'vagabundos do STF'
Geral
Senado obriga Weintraub a dar explicações sobre 'vagabundos do STF'
GUERRA CONTINUA: Celso de Mello apreende câmera que filmou reunião 'polêmica'
Geral
GUERRA CONTINUA: Celso de Mello apreende câmera que filmou reunião 'polêmica'