Menu
terça, 11 de agosto de 2020
Geral

Militar acusado de matar esposa e ex-vizinho gay vai a júri popular

Ele tinha ciúmes do ex-vizinho e acreditava ter sido traído pela mulher

02 julho 2020 - 11h45Por Nathalia Pelzl

O militar da Aeronáutica Juenil Bonfim de Queiroz, acusado de matar a esposa, Francisca Naíde de Oliveira Queiroz e o ex-vizinho, por ciúmes, vai ser submetido a um júri popular.

As informações foram divulgadas pelo G1. A Justiça do Distrito Federal entendeu que existem indícios suficientes para que o sargento reformado seja julgado pelos crimes de homicídio qualificado e feminicídio, por motivo torpe e uso de recurso que dificultou a defesa das vítimas.

Ainda segundo o site, o crime ocorreu em 12 de junho de 2019, Dia dos Namorados. Francisca Naíde e Juenil Bonfim estavam chegando ao prédio onde moravam e encontraram Francisco de Assis Pereira da Silva, o ex-vizinho de quem o militar tinha ciúmes.

Francisco estava com o companheiro, Marcelo Brito. Ele pediu para que Francisco subisse, lá teve início uma discussão, onde o militar dizia que sabia que a esposa e ele tinham um caso e que "queria esclarecer a traição."

Em um determinado momento, o militar falou "matar ou morrer, tanto faz." Ele atirou nos dois, que não resistiram.

Leia Também

Grávida leva 22 facadas do marido e perde bebê no DF
Geral
Grávida leva 22 facadas do marido e perde bebê no DF
URGENTE: Marquinhos Trad proíbe consumo de bebidas em bares e locais públicos
Cidade Morena
URGENTE: Marquinhos Trad proíbe consumo de bebidas em bares e locais públicos
Secretário de Saúde de Dourados deixa cargo um dia após assumir
Política
Secretário de Saúde de Dourados deixa cargo um dia após assumir
Projeto que pede criação de espaço de descanso para entregadores delivery é aprovado na Câmara
Política
Projeto que pede criação de espaço de descanso para entregadores delivery é aprovado na Câmara