Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Geral

Ministério da Saúde reconhece projeto de reestruturação da saúde e amplia repasse para urgência e em

Ampliação de Repasse

08 janeiro 2014 - 15h29Por Da Redação

Após visita no ano passado e vistoria da equipe técnica do Ministério da Saúde nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Campo Grande, a da Secretaria de Saúde Pública (Sesau), passa a receber R$ 450 mil mensais para custeio de manutenção da UPA Universitário, no distrito Leste. A medida será possível após a qualificação da unidade que permite o aumento do valor do repasse federal. Sendo assim, do montante anual de R$ 3,150 milhões anuais, a Capital sul-mato-grossense tem agora garantido o valor de R$ 5,4 milhões para melhorar e ampliar o atendimento oferecido à população assistida pelo Sistema Único de Saúde – SUS. A portaria nº 3.335,  foi  publicada no Diário Oficial da União do dia 31 de dezembro de 2013.


Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, o projeto foi iniciado pela rede de urgência e emergência, com o processo de habilitação e qualificação da UPAs garantindo assim mais recursos da União para as Unidades de Pronto Atendimento. Segundo o coordenador do Serviço de Urgência e Emergência, Cristiano Campos Lara, com o repasse será ampliado o número de servidores da rede, melhorando o atendimento oferecido à população.

Além de aumentar o valor do repasse mensal para a UPA Universitário, a Portaria do Ministério da Saúde confirma o repasse de R$ 875 mil, pagos em parcela única, que serão usados para modernização da unidade, que será possível a partir da aquisição de equipamentos e reforma do prédio. 

Na urgência e emergência serão adquiridos novos equipamentos, reforma das unidades, além da contratação de novos profissionais com o objetivo de ofertar atendimento de qualidade à nossa população.

Qualificação – Durante a visita, os técnicos do Ministério da Saúde informaram que Campo Grande oferece serviços além do que estabelecem a portaria nº 1020 de 2009. Salas de vacina e farmácia deverão atender apenas casos de urgência e emergência, conforme estabelece a Portaria do Ministério da Saúde.

Novas unidades – Além das UPAs Coronel Antonino, Vila Almeida e Universitário, os técnicos do Ministério da Saúde visitaram as obras de três novas Unidades de Pronto Atendimento: UPA Moreninhas, UPA Santa Mônica e UPA Jardim Leblon. Durante as vistorias, os representantes do Governo Federal elogiaram o trabalho da gestão do prefeito Alcides Bernal. De acordo com os técnicos, Campo Grande contará com unidades maiores do que o mínimo exigido pelo Ministério da Saúde, além de ultrapassar o número de unidades e, com isso, ampliará significadamente o atendimento de urgência e emergência na Capital.

Leia Também

Seguindo os passos do avô, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade
Algo mais
Seguindo os passos do avô, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade
Mato Grosso do Sul reduz índices de violência durante pandemia
Polícia
Mato Grosso do Sul reduz índices de violência durante pandemia
Presidente da Samsung morre aos 78 anos
Geral
Presidente da Samsung morre aos 78 anos
Pedestre morre após ser atropelado por motorista 'fujão'
Interior
Pedestre morre após ser atropelado por motorista 'fujão'