TCE MAIO
(67) 99826-0686
Camara Maio

Ministério da Saúde reconhece projeto de reestruturação da saúde e amplia repasse para urgência e em

Ampliação de Repasse

8 JAN 2014
Da Redação
15h29min
Foto: Reprodução

Após visita no ano passado e vistoria da equipe técnica do Ministério da Saúde nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Campo Grande, a da Secretaria de Saúde Pública (Sesau), passa a receber R$ 450 mil mensais para custeio de manutenção da UPA Universitário, no distrito Leste. A medida será possível após a qualificação da unidade que permite o aumento do valor do repasse federal. Sendo assim, do montante anual de R$ 3,150 milhões anuais, a Capital sul-mato-grossense tem agora garantido o valor de R$ 5,4 milhões para melhorar e ampliar o atendimento oferecido à população assistida pelo Sistema Único de Saúde – SUS. A portaria nº 3.335,  foi  publicada no Diário Oficial da União do dia 31 de dezembro de 2013.


Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, o projeto foi iniciado pela rede de urgência e emergência, com o processo de habilitação e qualificação da UPAs garantindo assim mais recursos da União para as Unidades de Pronto Atendimento. Segundo o coordenador do Serviço de Urgência e Emergência, Cristiano Campos Lara, com o repasse será ampliado o número de servidores da rede, melhorando o atendimento oferecido à população.

Além de aumentar o valor do repasse mensal para a UPA Universitário, a Portaria do Ministério da Saúde confirma o repasse de R$ 875 mil, pagos em parcela única, que serão usados para modernização da unidade, que será possível a partir da aquisição de equipamentos e reforma do prédio. 

Na urgência e emergência serão adquiridos novos equipamentos, reforma das unidades, além da contratação de novos profissionais com o objetivo de ofertar atendimento de qualidade à nossa população.

Qualificação – Durante a visita, os técnicos do Ministério da Saúde informaram que Campo Grande oferece serviços além do que estabelecem a portaria nº 1020 de 2009. Salas de vacina e farmácia deverão atender apenas casos de urgência e emergência, conforme estabelece a Portaria do Ministério da Saúde.

Novas unidades – Além das UPAs Coronel Antonino, Vila Almeida e Universitário, os técnicos do Ministério da Saúde visitaram as obras de três novas Unidades de Pronto Atendimento: UPA Moreninhas, UPA Santa Mônica e UPA Jardim Leblon. Durante as vistorias, os representantes do Governo Federal elogiaram o trabalho da gestão do prefeito Alcides Bernal. De acordo com os técnicos, Campo Grande contará com unidades maiores do que o mínimo exigido pelo Ministério da Saúde, além de ultrapassar o número de unidades e, com isso, ampliará significadamente o atendimento de urgência e emergência na Capital.

Veja também