Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
Geral

Não é só a Universal! MS homenageia de católicos a maçons com datas comemorativas

Celebrações contemplam diversas igrejas e constam no calendário estadual de comemorações

27 agosto 2020 - 07h00Por Rayani Santa Cruz

Para  quem reclamou da aprovação e sanção da lei que institui no dia 9 de julho como sendo o "Dia Estadual da Igreja Universal do Reino de Deus - IURD", no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul, saiba que outras igrejas, religiões e ordens do estado também possuem datas comemorativas.

Entre os exemplos, constam no calendário de eventos da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, datas comemoradas ao nível estadual e municipal. Dentre as comemorações estaduais estão: O Dia da Ordem De Molay comemorada  no dia 18 de março desde a criação, em 2008; o Dia do Livro Espírita comemorado em 17 de abril desde 2007; Dia Estadual do Povo Cigano comemorado em 24 de maio desde 2012; Dia do Maçom comemorado em 20 de agosto desde 2009.

A igreja católica possui no calendário diversas festas e datas em âmbitos municipais do estado, e no dia 24 de Junho é comemorado o Dia Estadual de Nossa Senhora Perpétuo Socorro. A data foi implementada em 2013 no calendário. Dessa mesma maneira, desde 2012, o Dia Estadual do Evangelho é celebrado no dia 1° de novembro.

Em Mato Grosso do Sul, a igreja adventista celebra, no 3º Sábado do mês de setembro, o Dia do Jovem Adventista desde 2009.

A igreja Batista também tem data alusiva em todo 20 de agosto, onde é lembrado “O dia do Batista Sul-Mato-Grossense”. Inclusive, em vídeo, o deputado federal Luiz Ovando (PSL), que tem base eleitoral na igreja, contou um pouco da história da comemoração.

“Sou membro da terceira igreja Batista de Campo Grande. Natural de Corumbá onde se instalou a primeira igreja Batista de Mato Grosso (uno) no dia 20 de agosto de 1911, portanto há 109 anos. Tenho um grande carinho e agradeço a influência que sofri através dos ensinamentos das palavras de Deus. Quero saldar a todos os batistas de MS e de MT”, disse o parlamentar. 

Com todas essas datas e celebrações é possível dizer que representantes na Assembleia tentam acrescentar diversas datas e contemplar a vários segmentos religiosos.