(67) 99826-0686
Camara Maio

Outro operário morre em acidente com guindaste na Arena da Amazônia

Copa 2014

8 FEV 2014
Reuters Brasil
07h42min
(Foto: Reprodução/Internet)

Um operário morreu nesta sexta-feira em mais um acidente fatal envolvendo estádios para a Copa do Mundo de 2014. O operário Antônio José Pita Martins, de 55 anos, de nacionalidade portuguesa, desmontava um guindaste que não era mais utilizado na construção da arena e estava estacionado no sambódromo da cidade, ao lado do estádio, quando ocorreu o acidente.


Segundo a assessoria de comunicação da Unidade Gestora do Projeto Copa no Amazonas (UGP), o local estava sendo utilizado como um ponto de apoio para as obras."A Fifa e o Comitê Organizador Local lamentam profundamente a morte do trabalhador que estava desmontando um guindaste usado na construção da cobertura da Arena da Amazônia. Com grande tristeza, enviamos nossas sinceras condolências à família", disse a entidade que controla o futebol mundial em seu site.


Com o cronograma atrasado, a Arena da Amazônia já registrou três casos de morte por acidente. O primeiro foi em março do ano passado, quando um operário caiu de uma altura de 5 metros e, em dezembro, um trabalhador morreu ao cair da cobertura do estádio. Sem relação direta às obras, ao lado da arena de Manaus em um centro de convenções, outro operário morreu devido a um ataque cardíaco.


No Brasil, operários também perderam a vida em obras de arenas em Brasília (um caso) e São Paulo (dois casos), onde os trabalhadores morreram no dia 27 de novembro, quando um guindaste desabou sobre parte do estádio que vai receber o jogo de abertura.

Veja também