TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Geral

Pego incentivando abraço em pedófilo assassino, Drauzio Varella tenta se defender

Suzy Oliveira foi condenada por estupro de vulnerável, homicídio e ocultação de cadáver

09 março 2020 - 06h44Por Vinícius Squinelo

A trans Suzy Oliveira ficou famosa após receber um abraço, no dia 1º de março, do médico Drauzio Varella. A atitude gerou uma onda de comoção, inclusive com crianças Brasil afora escrevendo cartas ao transsexual.

Porém, ontem, foi revelado que Suzy foi condenada em 2012, pelo tribunal do júri, a 36 anos e oito meses de reclusão em regime fechado por estupro de vulnerável, homicídio e ocultação de cadáver. 

Com a revelação dos crimes, o médico Drauzio Varella sofreu uma série de críticas nas redes sociais por não ter revelado o crime cometido antes da reportagem.
O médico respondeu nos seus perfis nas redes sociais. Veja na íntegra: 

"Há mais de 30 anos, frequento presídios, onde trato da saúde de detentos e detentas. Em todos os lugares em que pratico a Medicina, seja no meu consultório ou nas penitenciárias, não pergunto sobre o que meus pacientes possam ter feito de errado. Sigo essa conduta para que meu julgamento pessoal não me impeça de cumprir o juramento que fiz ao me tornar médico. No meu trabalho na televisão, sigo os mesmos princípios. No caso da reportagem veiculada pelo Fantástico na semana passada, não perguntei nada a respeito dos delitos cometidos pelas entrevistadas. Sou médico, não juiz", declarou.