TJMS JANEIRO
Menu
sexta, 21 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Ponte Preta derrota Coritiba com gol de mão e se aproxima do G-4

18 outubro 2015 - 16h29Por Uol Esporte

A Ponte Preta manteve a boa fase no Brasileirão neste domingo, ao derrotar o Coritiba por 3 a 0 em confronto da 31ª rodada da competição. No Moisés Lucarelli, a equipe do interior não teve facilidades, mas contou com dois gols do reserva Alexandro, o primeiro deles de mão, e um de Biro-Biro para se consolidar na briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores.

Os dois goleiros foram personagens importantes no jogo. Wilson apareceu mais no primeiro tempo, quando o Coritiba sofreu mais pressão da Ponte Preta e tinha dificuldades para sair jogando. Ele garantiu que a etapa inicial terminasse sem gols, porém saiu mal no lance do primeiro gol - irregular - da Ponte Preta e levou entre as pernas no segundo, já no fim da partida. Quando os visitantes reagiram, Marcelo Lomba estava lá para garantir o resultado, que fez o clube do interior subir na tabela.

A vitória levou a Ponte Preta aos 47 pontos e, provisoriamente, à quinta colocação, deixando para trás Santos, São Paulo, Internacional e Flamengo, que jogam no complemento da rodada neste domingo. O Coritiba segue como primeiro clube da zona de rebaixamento, com 33 pontos, e só perde o posto caso o Goiás vença o Santos na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 3 X 0 CORITIBA

Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas
Data e horário: 18 de outubro de 2015, às 11h (de Brasília)
Árbitro: Pablo Alves dos Santos (PB)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Marcio Eustáquio S. Santiago (MG)
Gols: Alexandro, aos 3min e 40min, e Biro-Biro, aos 46min do segundo tempo
Cartões amarelos: Fernando Bob, Elton e Rodinei (Ponte Preta); Leandro Silva, Ruy e Alan Santos (Coritiba)

Ponte Preta: Marcelo Lomba, Rodinei, Renato Chaves, Ferron e Gilson; Elton, Fernando Bob, Felipe Azevedo (Diego Oliveira), Cristian (Clayson) e Biro Biro; Borges (Alexandro)
Técnico: Felipe Moreira

Coritiba: Wilson, Leandro Silva (Ivan), Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos (Rafhael Lucas), Lúcio Flávio (Ruy) e Thiago Galhardo; Kleber e Henrique Almeida
Técnico: Ney Franco