FIEMS JUNHO

domingo, 16 de junho de 2024

Busca

domingo, 16 de junho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Geral

há 4 dias

Professor é flagrado dando mata-leão e tapa na boca de menino autista

Homem deu tapa na boca de aluno após se irritar com brincadeira, conta a mãe do garoto

Um menino de 8 anos, que vive com Transtorno do Espectro Autista (TEA), foi agredido por um professor na Escola Classe 512, em Samambaia Sul. O caso aconteceu no início da tarde dessa segunda-feira (10/6).

Mãe da criança, a estudante Jéssica Xavier, 32 anos, contou ao Metrópoles como soube do ocorrido. “A escola entrou em contato comigo ontem [10/6] à tarde, para que eu buscasse meu filho. Chegando lá, o professor me contou o que aconteceu, mas não descreveu a primeira agressão. Depois, vi as imagens e percebi que ele tentou dar um ‘mata-leão’ no meu filho”, relembra.

A “primeira agressão” a qual Jéssica se refere foi um tapa que o educador teria dado na boca do garoto. A câmera de segurança da sala de aula não captou a cena, mas uma monitora que trabalha na escola viu tudo. “O tapa foi fora da sala”, explica a mãe.

Jéssica diz que “entrou em desespero” ao ver as imagens. “Fiquei em choque. Ele é novo na escola e nunca havia passado por algo parecido”. De acordo com ela, o professor não chegou a pedir desculpas pelo ocorrido.

A diretora da escola, o acusado e a mãe do aluno foram à 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul) para registro da ocorrência. Em depoimento, a diretora disse à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) que o professor teria se irritado com um brinquedo da criança, que fazia bolinhas de sabão. Ele teria pedido para o garoto guardar e, após negativas, passou a segurar o menino de forma abrupta.

“O professor teria pedido diversas vezes para a criança guardar aquele brinquedo, mas ele não o fez. A partir daí, o professor teria segurado a criança de forma abrupta, a fim de levá-la à orientadora, mas o aluno, em razão de sua condição, ficou agitado e nervoso, quando cuspiu e chutou o professor, que reagiu com um tapa na boca da criança”, diz o boletim de ocorrência.

Apesar do ocorrido, Jéssica afirma que a escola prestou apoio à família. “Eles me deram total apoio e me ajudaram com o registro do boletim de ocorrência e as demais providências. Inclusive, o professor já foi afastado ontem mesmo”, frisa.

Em resposta à reportagem, a Secretaria de Educação informa que “a direção da escola tomou medidas como o afastamento do professor envolvido e a convocação da família do estudante, e também acionou o Conselho Tutelar, que acompanhou a família à delegacia para registrar a ocorrência”. A pasta diz ainda que o professor envolvido foi devolvido, mas que um novo docente assumirá a turma do garoto agredido. Por fim, afirma que irá autuar processo sigiloso e que “repudia veementemente qualquer forma de violência”.

O professor acusado foi procurado pelo Metrópoles, mas não havia retornado as ligações nem respondido as mensagens até última atualização deste texto.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO