Menu
quarta, 21 de outubro de 2020
Geral

Projeto de lei quer obrigar igrejas a contratarem funcionários LGBTs

Intenção é garantir “a oportunidade de cada pessoa de obter emprego sem levar em consideração a cor, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero”

18 dezembro 2018 - 08h43Por Da redação / Pheeno

Igrejas poderão ser obrigadas a contratar funcionários homossexuais e transgêneros, inclusive para a função pastoral, de acordo com um projeto de lei apresentado na cidade de Austin, no Texas (EUA).

De acordo com o projeto, a intenção é garantir “a oportunidade de cada pessoa de obter emprego sem levar em consideração a raça, cor, religião, sexo, orientação sexual, identidade de gênero, nacionalidade, idade ou deficiência”. No entanto, a medida não vem agradando a todos. O Conselho Americano de Pastores e o Texas Values estão processando a cidade de Austin por conta do projeto.

Segundo o JM Notícia, ambos os grupos afirmam que a ordenança irá forçar as igrejas a irem contra suas crenças bíblicas. Eles também pedem a isenção religiosa para as igrejas que se recusam a contratar pessoas homossexuais ou transexuais como funcionários, incluindo pastores. Mesmo com o pedido, as autoridades da cidade de Austin não estão recuando. “A não-discriminação é um valor central em Austin e precisamos defendê-la”, disse o prefeito de Austin, Steve Adler, à KXAN-TV.

Leia Também

Chuva chega tímida e refresca tarde na Vila Glória
Cidade Morena
Chuva chega tímida e refresca tarde na Vila Glória
Papa Francisco defende leis para união civil entre casais do mesmo sexo
Geral
Papa Francisco defende leis para união civil entre casais do mesmo sexo
Adolescente é apreendido após tentar esfaquear mãe que impediu compra de droga
Interior
Adolescente é apreendido após tentar esfaquear mãe que impediu compra de droga
Voluntário brasileiro morre durante teste da vacina de Oxford
CORONAVÍRUS
Voluntário brasileiro morre durante teste da vacina de Oxford