Menu
sexta, 23 de fevereiro de 2024 Campo Grande/MS
PREFEITURA CAMPO GRANDE FEVEREIRO 2024
Geral

'Projeto verão': zoológico cria academia aquática para cobras que estão acima do peso

A ideia é fazer com que eles adquiram um condicionamento físico semelhante ao que eles teriam se vivessem soltos na natureza

24 janeiro 2019 - 15h31Por Da redação / Superinteressante

Janeiro é o mês oficial para cumprir as promessas de ano novo e entrar na academia, e isso vale até para os animais. Um zoológico de Melbourne, na Austrália, anunciou a criação do que eles consideram ser a primeira academia aquática para répteis.

O “complexo esportivo” dos animais conta com tanques de água com temperatura controlada e foi desenvolvido para que cobras, lagartos e tartarugas se exercitem – a fim de prevenir a obesidade reptiliana. A equipe do zoo publicou um vídeo da iniciativa.

Nele, dá pra ver diferentes espécies de cobras praticando hidroginástica. Os "treinos" duram até cinco minutos – e vão ajudar os animais a evitar o sedentarismo e, por tabela, a obesidade.

Os tanques de água têm temperatura controlada e geram uma correnteza articial, na qual os bichinhos precisam nadar contra. Os treinos duram, em média, de quatro a cinco minutos, e o fluxo da corrente é controlável. Na prática, é como se eles nadassem em uma esteira aquática.

A academia aquática é fruto de um projeto de dez anos da equipe de répteis e invertebrados do zoológico. O objetivo dos funcionários de lá é fazer com que os animais não se acostumem com a rotina de comida, sombra e água fresca e se tornem sedentários.

Como alguns dos répteis são predadores, a ideia é fazer com que eles adquiram um condicionamento físico semelhante ao que eles teriam se vivessem soltos na natureza – onde eles teriam que suar a camisa para encontrar as suas presas.

Além de prevenir a obesidade, os exercícios vão ajudar os animais a evitar outras doenças, facilitar a sua criação dentro do zoológico e até a encontrar bons parceiros sexuais. Viver uma vida de maromba, pelo menos no caso das cobras, não parece uma má ideia.