Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
ALMS
Geral

Renan diz que votação de recursos para o Fies é “absoluta prioridade”

Sessão do Congresso deve analisar vetos presidenciais e projetos de lei de suplementação orçamentária

18 outubro 2016 - 12h43Por Agência Brasil
Renan diz que votação de recursos para o Fies é “absoluta prioridade”

O presidente do Congresso e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou hoje (18), ao chegar ao Parlamento, que será feito um esforço para avançar na pauta de votação da sessão conjunta de deputados e senadores.

A sessão do Congresso deve analisar vetos presidenciais e projetos de lei de suplementação orçamentária. Inicialmente, serão apreciados três vetos. Na sequência, deputados e senadores vão examinar o projeto que libera créditos adicionais de R$ 1,1 bilhão para o Ministério da Educação. Deste total, R$ 702 milhões são para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o restante (R$ 400,9 milhões) é para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“O Fies já está na ordem [do dia] como absoluta prioridade e não precisaremos inverter a pauta. “Nós temos que apreciar ainda três vetos [presidenciais], depois o Fies, depois o crédito para os organismos internacionais e aí nós vamos avançar nos demais créditos”, afirmou.

Mais cedo, ao chegar à Câmara dos Deputados, o presidente em exercício da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), disse que vai tentar manter a mobilização dos deputados para garantir quórum para a sessão conjunta do Congresso Nacional e, na sequência, a sessão na Câmara.

Segundo Maranhão, a sessão da Câmara dos Deputados que estava prevista para esta manhã para tentar concluir a votação do projeto que tira a obrigatoriedade da Petrobras de explorar o petróleo na camada pré-sal (PL 4567/16) será feita após a sessão do Congresso.

“Vamos tentar votar os destaques do pré-sal depois da sessão do Congresso. Vamos priorizar a sessão do Congresso, afinal, o Fies é algo importante para o país e para os estudantes”, afirmou Maranhão.

Leia Também

UEMS de Aquidauana ganha novo auditório e Centro de Pesquisa
Ciência e Tecnologia
UEMS de Aquidauana ganha novo auditório e Centro de Pesquisa
Bebê vítima de mais-tratos tem ferimento na cabeça e é transferido para Campo Grande
Polícia
Bebê vítima de mais-tratos tem ferimento na cabeça e é transferido para Campo Grande
Político pode bloquear eleitor nas redes sociais? Deputados defendem medidas contra 'haters'
Política
Político pode bloquear eleitor nas redes sociais? Deputados defendem medidas contra 'haters'
Renato Feder rejeita convite para ser ministro da Educação
Política
Renato Feder rejeita convite para ser ministro da Educação