Menu
sexta, 30 de outubro de 2020
Geral

São Paulo busca 'milagre' para vencer a Ponte na Sul-Americana

27 novembro 2013 - 09h39Por Schimene Weber

A equipe do São Paulo lutará, na noite de hoje (27), para vencer a Ponte Preta no estádio Romildo Gomes Ferreira, em Mogim Mirim. O primeiro jogo foi histórico para a Macaca, que calou o Morumbi na vitória por 3x1 contra o time da casa, que já havia criado uma embolação de impedimentos que poderiam prejudicar os conterrâneos paulistas.

A vantagem para a Ponte é tão maior que, mesmo perdendo por 2 a 0, vão se classificar. O jogo, previsto para às 21h50 (horário de Brasília), promete ser recheado de surpresas, sangue nos olhos e fé no alcance de milagres, já que é exatamente disso que a equipe do técnico Muricy Ramalho precisa.

O São Paulo precisa vencer por três gols de diferença ou por dois, desde que marque ao menos quatro. Os tricolores paulistas buscam salvar o ano com ao menos essa 'conquista', enquanto a Ponte busca o consolo com a classificação inédita em uma final de torneio internacional, já que está praticamente rebaixada no Campeonato Brasileira. 

A tendência é que Jorginho, técnico da Macaca, coloque em campo Roberto; Artur, César, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Felipe Bastos, Fernando Bob e Elias; Rildo e Leonardo.

A provável escalação de Muricy contará com Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Denilson, Maicon, Douglas e PH Ganso; Ademilson e Aloísio. 

Leia Também

Tá devendo hein: Titan com quase R$ 400 mil em multas é apreendida em Dourados
Interior
Tá devendo hein: Titan com quase R$ 400 mil em multas é apreendida em Dourados
Andressa Urach diz estar cansada de igreja após ser julgada
Geral
Andressa Urach diz estar cansada de igreja após ser julgada
Ladrões tentam furtar piscina de casa em reforma
Interior
Ladrões tentam furtar piscina de casa em reforma
Empresário e sargento acusados de pedofilia alegam que foram abusados na infância
Polícia
Empresário e sargento acusados de pedofilia alegam que foram abusados na infância