Menu
segunda, 02 de agosto de 2021
Geral

Sul-mato-grossense, travesti morre atropelada por viatura da PM em Santa Catarina

Paula foi atingida pelo veículo enquanto esperava por serviço de transporte por aplicativo

06 março 2019 - 16h15Por Amanda Amaral

A sul-mato-grossense Paula Corpo, morreu aos 42 anos após ser atropelada por uma viatura da Polícia Militar no município de Jaguará do Sul, Santa Catarina. A vítima era moradora de Bela Vista, a 310 km de Campo Grande, se identificava como travesti e por vezes usava seu nome de batismo, Eliel Santos Medina.  

Conforme o portal catarinense OCP News, a vítima foi atingida na virada da noite do dia 5 para 6 de fevereiro, quase a meia noite. Ela estaria à espera de um serviço recém solicitado de transporte por aplicativo, em frente a uma boate na Rua Erwino Menegotti, no bairro Água Verde.  

Segundo testemunhas, Paula teria visualizado que o veículo a aguardava do outro lado da rua, momento em que teria saído correndo para atravessar e foi atingida pela viatura da PM. Conforme relato dos policiais, a vítima teria demonstrado indecisão se retornava ou terminava a travessia, momento em que fez movimento de retorno, mas foi atingida pela viatura.

O Corpo de Bombeiros Voluntários foi acionado para atendê-la, mas Paula não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O oficial comandante do policiamento externo, capitão Antonio Benda da Rocha, acompanhou todos os procedimentos realizados. O comandante do 14º Batalhão, tenente-coronel Marcio Leandro Reisdorfer, também esteve no local e, em nome do batalhão, lamenta o ocorrido.