TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sábado, 04 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Geral

TJ-MS inverte expediente para empossar 2 desembargadores

Dileta Terezinha é a 5ª mulher a assumir posto máximo da magistratura sul-mato-grossense

02 outubro 2018 - 10h55Por Celso Bejarano
TJ-MS inverte expediente para empossar 2 desembargadores

Expediente de amanhã, quarta-feira (3), será invertido no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul que, ao invés de funcionar à tarde, abre as portas pela manhã – das 7 às 13h.

A mudança do horário será aplicada somente no prédio do TJ-MS, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. No fórum da cidade e no Centro Integrado de Justiça, o expediente não sofre alteração.

A corte estadual anunciou a inversão no expediente porque dois juízes vão tomar posse como donos do cargo máximo da magistratura sul-mato-grossense: Dileta Terezinha Souza Thomaz, que atuava na 7ª Vara Cível de Dourados e Emerson Cafure, que era da 11ª Vara do Juizado Especial de Campo Grande. As posses ocorrem às 14h no prédio do TJ.

Dileta é a quinta mulher a assumir o cargo de desembargadora do tribunal. Ela assume o lugar do desembargador Francisco Gerardo de Souza, que aposentou-se em agosto.

Gaúcha de Catuípe, ela ingressou na magistratura sul-mato-grossense em junho de 1989, após aprovação no XI concurso de provas e títulos. Iniciou a jornada na comarca de Anaurilândia.
 
Em 1991, por remoção, passou a judicar em Deodápolis. Em outubro de 1994, foi promovida para Ponta Porã, comarca de segunda entrância. Uma nova promoção em junho de 2000 levou-a para a 6ª Vara Cível de Dourados.

No ano seguinte, por remoção, assumiu a 1ª Vara Criminal. Em agosto de 2011, por transferência, passou a agir na 7ª Vara Cível de Dourados. Foi diretora do Foro e integrante de Turma Recursal.

Questionada sobre os novos desafios que enfrentará, ela confessou estar muito feliz por alcançar o coroamento da carreira na magistratura e lembrou que atuou na área criminal por mais de 20 anos, não sendo exatamente questão de preocupação o fato de julgar nas Câmaras Criminais do TJMS. “Vou apenas me atualizar e retornar para a área”.

O que se pode esperar da desembargadora. Dileta? De forma simples e rápida, ela respondeu: “O cumprimento absoluto do dever de magistrada, da mesma forma que o fiz ao longo desses 30 anos. Pretendo continuar sendo proativa, atuante, responsável e íntegra”.

Emerson Cafure nasceu em Porto Murtinho e ingressou na magistratura em dezembro de 1988, na 5ª circunscrição. Em maio de 1989, foi promovido para a comarca de Bonito e, em fevereiro de 1992, uma nova promoção o levou para Corumbá, comarca de segunda entrância.
 
Foi diretor de Foro, integrou Turma Recursal e, em março de 2001, foi promovido a juiz de entrância especial, assumindo a 4ª Vara Criminal de Campo Grande. 

Na Capital, atuou também na 8ª Vara Cível e, em 2005, por remoção, assumiu a 11ª Vara do Juizado Especial. Foi membro da Turma Recursal e diretor do Foro dos Juizados Especiais. (com informações da assessoria de imprensa do TJ-MS)