TJMS AGOSTO
Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Geral

Translado do corpo da jovem morta na Espanha ficará em mais de R$45 mil

Assassinada

17 janeiro 2014 - 19h08Por Dourados News

O Consulado brasileiro informou hoje (17) à mãe da jovem Patrícia Souza Leal, de 28 anos, encontrada morta em Madri, na Espanha, que o valor do translado do corpo de Madri até Campo Grande ficará em R$45 mil.

A cozinheira, Eva de Souza, 43 anos, moradora em Dourados, mãe da jovem, disse ao Dourados News  que a família não tem esse dinheiro e precisa de doações, “o consulado disse que não tem verba para isso, orientou-nos a pedir ajuda para autoridades”, informou.

Relembre o caso

Patrícia Souza Leal foi encontrada morta em Madri, na Espanha, nesta quarta-feira (15), no banheiro de seu apartamento com uma facada nas costas.

O suspeito de ter cometido o crime é o namorado dela, pois por conta de uma traição ela teria pedido para terminar o namoro, e ele não teria aceitado.

Patrícia trabalhava como babá cuidando de duas crianças, “ela foi para lá para juntar dinheiro para montar uma loja de roupas em Dourados, quando voltasse”, lembrou a mãe.

Doações

Para ajudar a família podem ser feitas doações para a conta corrente do Bradesco, agência 2371-0, número da conta 11738-2, no nome de Aparecida de Souza Pereira. Ou ligar para Sandra, no número 9998-3924.

Leia Também

VÍDEO: com depressão, jovem grava despedida e família está desesperada em Campo Grande
Cidade Morena
VÍDEO: com depressão, jovem grava despedida e família está desesperada em Campo Grande
Suspeito de atropelar ciclista escondeu carro na casa de vizinho em Dourados
Interior
Suspeito de atropelar ciclista escondeu carro na casa de vizinho em Dourados
Blitze reduzem acidentes de trânsito e ajudam Santa Casa a tratar doentes da covid
Cidade Morena
Blitze reduzem acidentes de trânsito e ajudam Santa Casa a tratar doentes da covid
Blitz apreende 120 carros e reduz criminalidade e violência doméstica em Campo Grande
Cidade Morena
Blitz apreende 120 carros e reduz criminalidade e violência doméstica em Campo Grande