Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
In Memoriam

Alto astral e brincalhão: amigos lamentam morte de rapaz que defendeu mulher de agressão

Amigos demonstraram indignação com a morte precoce do rapaz

23 novembro 2020 - 15h00Por Nathalia Pelzl

Everton Quebra de Oliveira, 29 anos, assassinado na noite deste domingo (22), era um cara brincalhão e de bem com a vida. É o que contam os amigos nas redes sociais.

“Sempre foi um cara brincalhão. Aonde chegava levantava o astral de qualquer um, sempre foi sonhador. Eu os ouvia pela sua boca e logo eles se tornavam reais. Seu coração era de uma imensidão indescritível. Eu não entendo, porque você meu amigo? Sempre será lembrado em nossos corações como filho querido, pai exemplar, tio carinhoso, irmão fiel. E amigo protetor. Descanse em paz”, disse uma amiga ao se despedir. 

“Que Deus possa confortar o coração de toda sua família sinceramente não dá pra acreditar”, complementou outro.

O rapaz foi esfaqueado no peito, no bairro Portal Caiobá II, em Campo Grande, após defender uma mulher, vítima de violência doméstica, em uma festa.  

O CASO 

Conforme registro da ocorrência, Everton e mais dois amigos estavam saindo da festa quando viram a mulher sendo agredida com um tapa no rosto. 

Eles foram defender a mulher, porém Everton acabou esfaqueado no peito. Já os amigos foram esfaqueados na barriga e nas costas. 

Ainda segundo registro, Everton chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. As outras duas vítimas buscaram atendimento e não há informações sobre o quadro de saúde. 

A Polícia Militar esteve no local dos fatos e conversou com um homem, de 55 anos, que seria o pai do autor das facadas, que fugiu após o crime. Ele não soube informar o paradeiro do filho aos PMs. 

Ele ainda destacou que o filho irá se apresentar em um momento oportuno. O caso foi registrado na Depac Cepol.