Menu
quarta, 28 de fevereiro de 2024 Campo Grande/MS
GOVERNO FEVEREIRO IPVA
Campo Grande

Filhas se despedem e fazem declaração para mãe morta em acidente: 'dói a perda de uma amiga fiel'

Kátia Silene morreu em um acidente de bicicleta na Avenida Ernesto Geisel

07 fevereiro 2024 - 09h00Por Dayane Medina

A morte de Kátia Silene Gonçalves da Silva, 43 anos, foi um choque para a família nesta terça-feira (7). A ciclista morreu na Avenida Ernesto Geisel depois que a roda da bicicleta elétrica travou e a jogou, batendo a cabeça no meio fio, no bairro Amambaí, em Campo Grande.

Assim que receberam a notícia da tragédia, amigos e familiares escreveram palavras de despedida. Entre as mensagens, as filhas falam sobre o amor, carinho e cumplicidade entre elas.

Uma delas expressou o quanto dói perder a melhor amiga.

"Eu sei como dói a perda de uma amiga parceira e fiel, sempre vou te amar mãe, a senhora foi uma pessoa maravilhosa aqui na terra, minha guerreira, te amo eternamente. Que Deus te receba de braços abertos", disse uma das jovens.

A outra parece diz não acreditar na fatalidade e lamenta não dar o último abraço.

"Não estou acreditando que você se foi mãe, não vou ver mais a suas mensagem, que não vou escutar sua voz, não vou poder dar o último abraço", escreveu em lágrimas.

Silene estava em uma bicicleta elétrica, quando a roda dianteira travou e ela caiu. Segundo testemunhas que acionaram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), a mulher bateu a cabeça no meio fio e mesmo usando capacete, perdeu muito sangue.

Conforme apurado pela reportagem no local, a vítima sofreu traumatismo craniano e teve uma parada cardiorrespiratória. Equipe do Samu entre 6 socorristas e uma médica se revesaram para tentar reanimar Kátia, mas após 40 minutos de massagem constataram a morte.

Vítima teve traumatismo craniano