Menu
Busca terça, 02 de junho de 2020
GOV FEMINICIDIO
In Memoriam

Filho de Mourão ganha segunda promoção em menos de seis meses no Banco do Brasil

Salário do herdeiro de Hamilton Mourão é de R$ 36,3 mil

01 julho 2019 - 19h07Por Thiago de Souza

O filho do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, ganhou a segunda promoção no Banco do Brasil, em menos de seis meses.  Antônio Hamilton Rossell Mourão acaba de ser indicado a gerente executivo de Marketing e Comunicação da instituição. 

A indicação ao novo cargo foi feita por Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil. Conforme a Revista Exame, a promoção de cargo está em avaliação pelo Conselho Diretor, que é formado por Novaes e nove vice-presidentes do banco. 
Rossel Mourão deve manter o salário atual, de R$ 36,3 mil. Antes assessor empresarial da área de agronegócios do Banco do Brasil, Rossell Mourão foi promovido em janeiro a assessor especial da presidência do banco. Com a mudança de cargo, seu salário triplicou. A renda do posto anterior girava entre R$ 12 mil e R$ 14 mil. Ele está no BB há 18 anos.

No final daquele mês, a Comissão de Ética Pública da Presidência rejeitou a abertura de um procedimento para analisar a nomeação do filho do vice-presidente. O Estadão/Broadcast procurou novamente o órgão nesta segunda-feira, 1º, para saber se pretende abrir um procedimento para analisar a nova mudança, mas ainda não obteve resposta.

Em entrevista concedida ao jornal O Estado de S. Paulo em janeiro, o vice-presidente da República disse que, se pudesse, levaria o filho para trabalhar ao seu lado no Palácio do Planalto. A promoção de Antonio Hamilton causou polêmica no governo à época. “Eu não tive nada a ver com isso, o presidente do banco (Rubem Novaes) o convidou para ser assessor. Aí, é óbvio que lá dentro o sindicalismo bancário se revolta. São coisas da vida”, afirmou Mourão.

Questionado se a situação causava algum tipo de constrangimento, o general respondeu: “Para mim, não. Não é por ser meu filho, mas ele é um profissional extremamente qualificado. Se eu pudesse, o teria aqui na minha equipe”. Procurado nesta segunda-feira, o gabinete do vice-presidente não havia se pronunciado até a publicação deste texto.

 

Leia Também

Maioria dos leitores é a favor da cloroquina contra a covid, mas 'médico é que decide'
Cidades
Maioria dos leitores é a favor da cloroquina contra a covid, mas 'médico é que decide'
Irmão de George Floyd diz: 'protestos violentos não nos representam'
Geral
Irmão de George Floyd diz: 'protestos violentos não nos representam'
PM humilhado por homem que ganha R$ 300 mil revela: 'não mostrei o vídeo para o meu filho'
Geral
PM humilhado por homem que ganha R$ 300 mil revela: 'não mostrei o vídeo para o meu filho'
Tiago Salvatico, ex de Gugu Liberato, desiste de herança bilionária
Geral
Tiago Salvatico, ex de Gugu Liberato, desiste de herança bilionária