Reforma
(67) 99826-0686
entregas

VÍDEO: testemunhas gravam helicóptero em chamas após queda que matou Boechat

Jornalista seguia para Campinas, interior de São Paulo, onde daria uma palestra

11 FEV 2019
Da redação / Extra Online
13h50min
Foto: Reprodução / Extra Online

Testemunhas gravaram o momento em que o helicóptero que carregava o jornalista Ricardo Boechat caiu sobre um caminhão no KM 22 da Rodovia Anhanguera, próximo ao Rodoanel Mário Covas, em São Paulo. Além de Boechat, outra pessoa que estava no helicóptero morreu, segundo o Corpo de Bombeiros. Até as 13h45, sua identidade não havia sido confirmada. O motorista do caminhão ficou ferido e foi socorrido.

Segundo informações da Band, onde Boechat trabalhava atualmente, o jornalista iria para Campinas, no interior de São Paulo, onde daria uma palestra. Filho de e um diplomata brasileiro, nasceu em Buenos Aires, capital da Argentina, enquanto o pai estava a serviço do Ministério das Relações Exteriores. Boechat começou a carreira de jornalista na década de 1970, como repórter do extinto jornal Diário de Notícias, no Rio.

Anos depois, integrou a equipe do colunista social Ibrahim Sued. Em 1983, começou a trabalhar no GLOBO, onde ficou até 2001. Ele também trabalhou nos jornais O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Aos 66 anos, apresentava, atualmente, o Jornal da Band, era âncora da rádio BandNews FM e assinava uma coluna na revista IstoÉ.

Veja também