Menu
segunda, 19 de outubro de 2020
Interior

Após confusão com bolsonaristas, prefeito de Rio Verde paga R$ 15 mil de fiança e sai da cadeia

Apoiadores do presidente chamaram Mário de 'prefeitinho de merda' e 'petista'

20 setembro 2020 - 07h20Por Thiago de Souza

Mario Kruger, 72 anos, prefeito de Rio Verde de Mato Grosso, foi preso em flagrante, por porte ilegal de arma de fogo, na tarde deste domingo (19), em Rio Verde, após confusão por causa de um outdoor em homenagem a Bolsonaro. No entanto, pagou fiança de R$ 15 mil e vai responder processo em liberdade. Ao final da matéria assista ao vídeo da confusão.

Conforme mostrado pelo TopMídiaNews, Kruger, com um revólver em mãos, teria intimidado apoiadores do presidente Bolsonaro, que erguiam um outdoor em homenagem a ele. Irritado por não gostar do presidente, Kruger parou o carro e passou a discutir com os bolsonaristas. 

Segundo o Idest, populares retiraram a arma do prefeito e acionaram a Polícia Militar. Kruger foi levado à delegacia, onde pagou fiança. O revólver estava com seis munições intactas. 

Escapou 

O prefeito, segundo as imagens e relatos de testemunhas, estava em visível estado de embriaguez, mas não houve teste do bafômetro nem termo de constatação de embriaguez. 

Defesa

Segundo a defesa do prefeito, ele teria ido ao local para tirar satisfações com apoiadores de um rival político que estariam o ameaçado frequentemente.

Leia Também

'Mucha plata': bolivianos são pegos com R$ 1,5 milhão na fronteira
Interior
'Mucha plata': bolivianos são pegos com R$ 1,5 milhão na fronteira
Jovem é presa ao entrar com dinamite em presídio no Paraguai
Geral
Jovem é presa ao entrar com dinamite em presídio no Paraguai
E o anel? Mulher assiste pornô gay e descobre marido sendo 'devorado' na tela
Geral
E o anel? Mulher assiste pornô gay e descobre marido sendo 'devorado' na tela
Já ouviu falar? Maconha borrifada em papel chegou a Mato Grosso do Sul
Cidades
Já ouviu falar? Maconha borrifada em papel chegou a Mato Grosso do Sul