(67) 99826-0686
IPVA

Bonito terá centro de pesquisa para turismo sustentável

Bonito

1 NOV 2013
Carlos Guessy
18h14min
Programa será desenvolvido no geopark da Serra da Bodoquena. Foto: Divulgação

O município de Bonito ganhará um programa de turismo sustentável e ciência cidadã, desenvolvido no geopark da Serra da Bodoquena.

O objetivo é promover a integração entre turismo e ciências naturais na região, envolvendo a comunidade, turistas, estudantes, pesquisadores, cientistas, gestores e empresários do setor.

O centro de pesquisa vai funcionar no Campus Avançado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em Bonito, e terá apoio de vários ministérios e órgãos públicos, universidades e fundações, além de entidades representativas do setor privado.

O projeto foi idealizado pelo senador Waldemir Moka (PMDB), que considera a região de Bonito, Jardim e Bodoquena ideal para a execução de programas ligados ao meio ambiente e ao ecoturismo. “É uma região com bioma riquíssimo, pouco estudado, além de abrigar cavernas com arte rupestre, de valor histórico inestimável”, argumenta.

O grupo de trabalho ficará sob a coordenação da Secretaria de Turismo municipal e será composto por representantes dos ministérios do Turismo, da Integração Nacional, e do Meio Ambiente, da Sudeco, da Embrapa, do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, da Seprotur, do Sebrae, da UEMS, da UFMS, do IFMS, do Programa Biota-MS/Fundect, e do Sítio Serra da Bodoquena.

A região da Serra da Bodoquena, onde fica localizado, além Bonito, Jardim e Bodoquena é um dos mais importantes ecossistemas que compõem o Pantanal Sul-Mato-Grossense, e abriga um parque nacional do mesmo nome.

Veja também