ENTREGAS
(67) 99826-0686
Vale universidade

Candidato a vereador é preso fazendo boca de urna em Coxim

Flagrante foi feito pelo chefe do Cartório Eleitoral de Coxim

2 OUT 2016
Edição MS
09h49min
Foto: WhatsApp/Edição MS

O candidato a vereador Valcide Batista dos Santos (PSDB), o Sinval Batista, foi preso as 7h55 deste domingo (02), acusado de fazer boca de urna, ou seja, pedir votos próximo a Escola Estadual Silvio Ferreira, em Coxim.

O flagrante foi feito pelo chefe do Cartório Eleitoral de Coxim, Marco Tulio Teixeira, e acompanhado pelo juiz Claudio Muller Pareja. Já a condução do candidato foi efetuada pela Polícia Militar.

Um leitor registrou o momento da prisão e encaminhou as imagens para nossa reportagem. Depois de preso, ele foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil, onde terá de se explicar.

Teixeira alerta que a prática de boca de urna é proibida pela Justiça Eleitoral. Todo e qualquer crime eleitoral deve ser denunciado pelo cidadão por meio dos diversos canais abertos pela Justiça. Um deles é o aplicativo Pardal.

A Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições), em seu artigo 39, parágrafo 5º, estabelece a punição de detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de 5 mil a 15 mil UFIR (Unidade Fiscal de Referência).

Veja também