tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Interior

Centro POP expõe produtos artesanais confeccionados por pessoas em situação de rua

05 dezembro 2015 - 08h48Por Diário Corumbaense

O Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua) está com exposição e venda de artesanato neste mês de dezembro. O objetivo da exposição é divulgar o trabalho feito pelas pessoas assistidas pelo projeto e arrecadar fundos para confraternização do final do ano, a ser realizada no dia 18 de dezembro. Os artesanatos estão saindo na média de 20 a 30 reais, com exceção das mesas e quadros com madeira de demolição, que variam entre R$ 150,00 e R$ 200,00. As guirlandas natalinas estão a R$ 35,00. Há enfeites para mesa e parede com temática de Natal e para o dia a dia comum.

Odelta Marisa Lopes, artesã responsável pelo material confeccionado, explicou que o artesanato realizado pelo Centro POP existe como forma de arte terapia para os assistidos. Através do artesanato, eles se abrem mais para o diálogo e ouvem as psicólogas de forma espontânea. “Enquanto estão fazendo artesanato a gente conversa, as psicólogas e assistente social acompanham, a gente questiona, dá conselho e chamamos para a melhora de vida, valorizando sempre a autoestima deles”, explicou.

Nara Nazareth conhece os trabalhos do Centro POP já faz algum tempo e resolveu adquirir alguns produtos artesanais no local. “É um trabalho de valorização do ser humano e também mostra que nem tudo o que está na natureza é lixo. Tudo pode ser transformado e vira essas peças maravilhosas que nós temos aqui”, afirmou. Ela levou cocos com orquídea para enfeitar garagem e varanda. “O xaxim é natural e o florescer da orquídea nela é bem melhor porque você não precisa nem das vitaminas que a gente geralmente coloca nas plantas”, frisou.

O Centro POP está de portas abertas para receber qualquer pessoa que sinta necessidade de acolhimento. No entanto, também faz atividade de abordar essas pessoas em situação de rua explicando o que é o projeto. O maior objetivo do Centro é a reinserção familiar e social dessas pessoas. O projeto atua entrando em contato com as famílias e muitos deles, mesmo já inseridos, continuam frequentando o local. Atualmente, são atendidas 98 pessoas, segundo Ana Maria Lemos de Aquino, coordenadora do Centro POP.


Como atua o projeto

Conforme Mabel Aguilar, secretária de Assistência Social do município de Corumbá, o Centro POP é um serviço tipificado da política de Assistência Social do Governo Federal e que a Prefeitura aceitou realizar o projeto. Ela explicou que muitas das pessoas assistidas foram para as ruas por questões de vício, mas a grande maioria é porque rompeu com os vínculos familiares e acaba abandonando o lar, decidindo viver na rua.

“Aqui é o lugar onde eles vêm para resgatar sua cidadania, autonomia, aqui ele tem acesso a todas as outras políticas públicas, ele é encaminhado para garantir sua dignidade, já que muitas vezes opta por viver na rua. A gente encaminha para o albergue, outros que não são do município, a gente ajuda a voltar para as suas cidades. Aqueles que não têm documento, a gente dá acesso à documentação e oferece oficinas que fazem geração de renda para eles”, explicou Mabel Aguilar.

Além de tudo isso, no Centro POP eles têm espaço para banho, para lavar roupas, comer e lanchar. Segundo ela, Corumbá ainda não registrou fato de famílias inteiras em situação de rua, mas casais sim. Atualmente, de acordo com Mabel, essas pessoas têm se conscientizado mais sobre a necessidade de sair das ruas. O próprio projeto já retirou muitas pessoas da situação de rua.

 

Serviços

O Centro POP está localizado na rua Cuiabá, nº 1252, entre a 15 de Novembro e Sete de Setembro, no centro da cidade. Telefone: (67) 3907-5472. Horário de funcionamento: 07h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30, de segunda a sexta-feira.