Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
Gov - Compre de Casa
Interior

Dupla de SP tenta despistar a polícia, mas é presa ao transportar 43 quilos de maconha

Carro que era usado como batedor da carga foi abordado primeiro pela PM em Coronel Sapucaia

06 outubro 2016 - 21h53Por Thiago de Souza

Luis Antônio Scudeletti, 43, e Ailton Gonçalves de Souza,49, foram presos, na tarde desta quinta-feira (6), em Coronel Sapucaia, por transportar 43 quilos de maconha utilizando uma Pick up Corsa e um Renault Sandero. 

Os policiais  abordaram o Corsa, na Vila Industrial, que seguia rumo a MS-289. Diante do nervosismo do condutor Ailton, os militares questionaram sobre o trajeto, levando o mesmo a apresentar contradições. O telefone celular do suspeito tocou, e ao ser atendido tratava-se de um homem chamado Luis, com o número (19) 99217-9797. 

Instantes depois, passou pela equipe um carro Sandero, que desrespeitou a ordem de parada e fugiu, sendo alcançado 500 metros a frente. Durante a checagem, tratava-se da pessoa de Luis, que havia telefonado momentos antes para o outro suspeito. Questionado, ele também apresentou contradições sobre sua vinda a cidade e disse que iria comprar um sítio, mas não tinha certeza sobre o nome do comprador e outros detalhes. 

Os dois carros foram levados para o 3º Pelotão da PM, onde passou por revista minuciosa, sendo encontrado um compartimento oculto, na traseira da Pick up Corsa, contendo 42 tabletes de maconha.

Os suspeitos foram presos mas mudaram a versão e negaram que se conheciam. No carro de um deles foi encontrado o ticket de pagamento do pedágio, na Rodovia Raposo Tavares, às 8h01. Em seguida, Ailton confessou a prática do tráfico de drogas, relatando ter pego o carro já preparado em um posto de gasolina, com a obrigação de levar até Americana (SP).  

 

 

 

Leia Também

PÁGINA VIRADA: sem constrangimento, Willian Waack comenta protesto de negros nos EUA
Geral
PÁGINA VIRADA: sem constrangimento, Willian Waack comenta protesto de negros nos EUA
PF diz ao STF que vai ouvir Bolsonaro por causa das acusações de Moro
Geral
PF diz ao STF que vai ouvir Bolsonaro por causa das acusações de Moro
Moro sugere que Bolsonaro usou lei anticrime para proteger o filho Flávio
Cidades
Moro sugere que Bolsonaro usou lei anticrime para proteger o filho Flávio
Maia diz que Bolsonaro não 'comprou' Centrão: 'relação democrática'
Geral
Maia diz que Bolsonaro não 'comprou' Centrão: 'relação democrática'