Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
ALMS
Interior

Empresa é autuada em R$ 10 mil por armazenamento ilegal de produto perigoso

O veículo da empresa estava com 158 tambores de 200 litros cada um do produto betuflex

29 setembro 2016 - 16h33Por Da redação, com Diário Corumbaense

Em fiscalização ambiental na BR-262, no Buraco das Piranhas, policiais militares ambientais de Corumbá, a 426 km de Campo Grande, abordaram ontem (28), um veículo Volvo do tipo trator com semirreboque carregado com tambores de lama asfáltica sem a devida licença ambiental para o transporte do produto perigoso. O caminhão estava carregado com 158 tambores de 200 litros cada um do produto betuflex, que foram apreendidos.

Conforme o site de notícias Diário Corumbaense, PMA autuou a empresa responsável pelo transporte, com domicílio jurídico em Corumbá, emitiu auto de infração administrativo e arbitrou multa de R$ 10.000. O motorista, a carga e o caminhão foram encaminhados à Delegacia de Policia Civil de Corumbá.

Os responsáveis pela empresa foram autuados por crime ambiental, previsto pelo artigo 56 da Lei 9.605/1998 de “produzir, processar, embalar, importar, exportar, comercializar, fornecer, transportar, armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos”. A pena é de um a quatro anos de reclusão.

Leia Também

Após Pioneiros, é a vez da Filinto Müller ser recapeada em Campo Grande
Cidade Morena
Após Pioneiros, é a vez da Filinto Müller ser recapeada em Campo Grande
COVID-19: Brasil tem mais 37 mil casos e registra 1.091 novas mortes
Saúde
COVID-19: Brasil tem mais 37 mil casos e registra 1.091 novas mortes
Prefeitura confirma 3ª morte por Covid em Paranaíba
Saúde
Prefeitura confirma 3ª morte por Covid em Paranaíba
Deputado detona ação contra cloroquina: 'querem matar autorizado pelo Supremo'
Política
Deputado detona ação contra cloroquina: 'querem matar autorizado pelo Supremo'