(67) 99826-0686
Camara - marco

Família leva corpo de militar atropelado para ser cremado no interior de São Paulo

Militar estava com a esposa quando o casal foi atropelado na saída de uma lanchonete

14 JAN 2019
Rodson Willyams
12h37min
Foto: Reprodução / JPNews

O corpo do bombeiro militar Edvaldo Alcides Benite morto no último sábado (12), após ter sido atropelado por um motociclista supostamente alcoolizado foi levado nesta segunda-feira (14), para Araçatuba (SP) para ser cremado a pedido da família. As cinzas poderão ser trazidas a Três Lagoas.

Conforme o JPNews, bombeiros, parentes e amigos de Edvaldo realizaram marcha simbólica até a entrada do cemitério municipal. Um carro de funerária transportará o corpo para a cidade Araçatuba.

A esposa de Edvaldo, Rosinei Benite, vai cobrar da Justiça a punição a Ricardo dos Santos Veríssimo, apontado como responsável pelo atropelamento do bombeiro. O motociclista foi preso em flagrante.

“O coração está muito machucado e, por uma imprudência alheia acabei perdendo um dos maiores guerreiros que pude conhecer. Um excelente marido, pai e avô. Totalmente companheiro Salvou minha vida Deu a dele para salvar a minha Só tenho a agradecer companheiro. Salvou minha vida. Deu a dele para salvar a minha. Só tenho a agradecer, onde você [Benite] estiver. Carregou a carreira no peito. Foi o maior herói”, disse Rosinei.Edvaldo deixa uma filha de 22 anos e netos. 

Veja também