Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Interior

Fazendeiro é autuado em R$ 5 mil por desviar leito de córrego e destruir matas ciliares

20 setembro 2016 - 20h52Por Thiago de Souza

Um fazendeiro foi autuado em R$ 5 mil, na manhã desta terça-feira (20), em Bataguassu, por degradação de área protegida de mata ciliar. Policiais militares ambientais da região constataram que o homem construiu uma represa com rochas no leito do Córrego Caraguatá, causando danos ao meio ambiente.

O objetivo do proprietário rural era elevar o nível da água e construiu uma valeta para desviar a água, tudo isso sem autorização do órgão ambiental.  

As atividades foram paralisadas e o homem, residente em Andradina (SP), além de  ser autuado também responderá por crime ambiental de degradação de APP (Área de Preservação Permanente). A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Ele foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental estadual um (PRADE) Plano de Recuperação da Área Degradada.