Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Interior

'Frango bomba': mais de 30 pessoas sofrem intoxicação alimentar após comer frango assado

Médicos descobriram que todos os pacientes tinham comprado frango no mesmo local

25 fevereiro 2019 - 12h21Por Redação/Porã News

Mais de 30 pessoas, moradores de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, sofreram intoxicação após consumir frango assado de um mercado da cidade.

O fato foi registrado na tarde deste domingo (24), quando vários moradores do bairro Obrero e regiões adjacentes começaram a chegar ao posto de saúde do bairro, no setor de urgência do Hospital Regional e no centro de atendimento do IPS (Instituto de Previsíon Social) com sintomas de intoxicação.

Durante o atendimento médico, todos eles manifestaram que teriam comprado frango assado em um conhecido comércio situado na frente da praça do bairro.

Com as informações em mãos, os médicos constataram que todos os pacientes apresentavam o mesmo quadro, pelo qual foi possível diagnosticar que estavam intoxicados pelo consumo de frango de um mesmo local.

As primeiras informações indicam que mais de 30 pessoas estão em observação nas unidades de saúde da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, onde a ausência de fiscalização teria contribuído para a intoxicação massiva.

O caso imediatamente foi tratado pela imprensa local como o caso do “Frango Bomba”, cuja investigação deverá ser realizada pela Polícia Nacional do Paraguai e pela Secretaria Municipal de Higiene e Salubridade da cidade.

Leia Também

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Política
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Geral
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Filho morre  de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina
CORONAVÍRUS
Filho morre de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina