(67) 99826-0686
Camara Maio

Mulher morre em Posto de Saúde depois de ser medicada

Mal Súbito

15 DEZ 2013
Carlos Guessy
13h15min

Foi constatada hoje (15) pela manhã, uma morte dentro de um posto de saúde na cidade de Rochedo, município a 74 km da Capital. A vítima, Marilza Cristaldo Bento, tinha 41 anos e chegou ao local com fortes dores na nuca. Rapidamente a mulher foi atendida pela equipe médica que apenas receitou um remédio.

Segundo o boletim de ocorrência, Marilza estava a caminho da Igreja Católica quando começou a sentir fortes dores.

O marido levou a esposa para o Posto de Saúde, onde foi atendida pelo médico plantonista. Depois de verificar a pressão da mulher, o médico receitou Metildopa 500mg SL. A enfermeira colocou sob a língua da paciente e a deixou sentada em uma cadeira no corredor, procedimento normal após a ingestão de um medicamento.

Passado alguns minutos, Marilza começou a passar mal. Ela foi novamente atendida por um médico e enfermeiros, que imediatamente a colocaram em uma maca e levaram para um quarto. Dez minutos depois, por volta das 9h, foi declarado o óbito de Marilza.

A família relata no BO, que o remédio que estava sob a língua da vítima não dissolveu, e o marido guardou o medicamente como “prova”. Marilza sofria também de depressão e síndrome do pânico, segundo os familiares. O marido relatou à Polícia Civil que a mulher tinha problemas de pressão alta. O caso foi registrado como “morte a esclarecer” na Delegacia de Polícia de Rochedo.

Veja também