(67) 99826-0686
ENTREGAS

''Operação Padroeira do Brasil'' da PMA intensifica ações contra pesca predatória nos rios de MS

Trabalho é por conta do aumento do número de pescadores e turistas no feriado prolongado

7 OUT 2016
Thiago de Souza
20h35min
Operação quer proibir pesca predatória nos rios de MS Foto: PMA

 A ''Operação Padroeira'' da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Mato Grosso do Sul, começa na manhã desse sábado (8), em todo o Estado. 362 homens, muitos deles do setor administrativo, vão coibir a pesca predatória no período do feriado prolongado, quando o número de turistas e pescadores profissionais e amadores aumenta consideravelmente.

O período próximo a Piracema faz com que a atuação dos militares seja mais intensa, já que nesse período vários cardumes já estão formados, o que facilita a captura dos mesmos, constituindo assim infração as leis ambientais.  

A fiscalização, que já está sendo efetuada com bastante intensidade, no âmbito da Operação Pré-Piracema, teve vários pescadores presos, nos últimos dias.

Fechamento da pesca em MT

Devido ao fechamento da pesca nos rios do estado vizinho de Mato Grosso, no dia 1º de outubro, o Comando da PMA priorizará a fiscalização na divisa com esse Estado, nos rios Correntes, bem como nas áreas mais longínquas do Pantanal, como Foz do rio Piquiri, rio São Lourenço, Cuiabá e Paraguai. Esses locais já são pontos extremamente preocupantes em que a PMA tem mantido fiscalização preventiva constante. Agora com o fechamento da pesca no Estado vizinho, com certeza haverá uma intensificação de pescadores na região, o que faz com que haja a necessidade de mais policiais.  

Os comandantes das 25 subunidades empregarão todo o efetivo no trabalho de fiscalização em suas respectivas áreas de atuação.

Veja também