TCE SETEMBRO
Menu
sexta, 24 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Interior

Paraguaia procura polícia após ficar em situação de escravidão em fazenda de MS

Mulher permaneceu meses trabalhando sem receber salário, sem cuidados médicos e sem contato com a filha

13 setembro 2021 - 16h45Por Vinicius Costa

Mulher de 51 anos procurou a delegacia de Sidrolândia, nesta segunda-feira (13), para denunciar uma situação de cárcere e escravidão em que permaneceu por pelo menos quatro meses.

Segundo detalhes da ocorrência, a mulher com nacionalidade do Paraguai foi levada da cidade de Jardim para uma fazenda em Sidrolândia.

Para ser levada, a mulher recebeu a informação de que faria uma troca de casas e ficaria numa chácara enquanto a casa nova ficava pronta. No entanto, ela permaneceu quase meses trabalhando sem receber salário, sem cuidados médicos e sem contato com a filha.

A situação, segundo a denunciante, se assemelhava a situação de escravidão e um cárcere.

O marido da vítima também foi colocado na mesma situação pelos proprietários dos locais.

A Polícia Civil investiga o caso registrado como constrangimento ilegal e redução à condição análoga a de escravo.