ALMS CONTAR 25/06 A 27/06
(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Pesquisa aponta Roberto Hashioka como melhor prefeito de Mato Grosso do Sul

Interior

11 JAN 2014
Redação
08h28min
Foto: Divulgação

Em pesquisa nacional realizada pela União Brasileira de Divulgação (UBD), o prefeito de Nova Andradina, Roberto Hashioka, foi eleito como o melhor gestor de Mato Grosso do Sul. O levantamento divulgado nesta semana pelo site da instituição também inclui o chefe do Executivo municipal na lista dos 100 melhores prefeitos do Brasil.

De acordo com a empresa, a metodologia aplicada visa verificar a “Satisfação” e “Aprovação” dos munícipes em categorias relacionadas à gestão de recursos, transparência, práticas administrativas e ações nas áreas de saúde, educação, merenda escolar e infraestrutura.

A União Brasileira de Divulgação foi fundada em 2001 e tem como intuito divulgar, através de pesquisas interativas de Gestão Pública, as melhores administrações municipais do Brasil nas esferas de educação, serviços sociais, infraestrutura, saúde entre outros.

A amostragem para a definição dos melhores prefeitos do País envolveu cerca de 3950 gestores. A entrega dos troféus e certificados foi realizada no último mês em Recife, no Estado de Pernambuco, contudo, por compromissos anteriormente agendados, o prefeito Roberto Hashioka não pôde comparecer ao evento.

Em Mato Grosso do Sul, o ranking liderado pelo chefe do Executivo de Nova Andradina tem como segundo colocado o prefeito de Naviraí, Leo Matos, seguido pelos gestores Jacomo Dagostin (Guia Lopes da Laguna), Ludimar Novais (Ponta Porã), Ildomar Fernandes (Alcinópolis), Carla Diniz (Terenos) e Sidney Foroni (Rio Brilhante).

O ranking traz ainda os prefeitos Sérgio Barbosa (Amambai), Yuri Peixoto (Sonora), Julio Cesar (Paranhos), Éder Lima (Ivinhema), Murilo Zauith (Dourados), José Gomes (Sete Quedas), Paulo Duarte (Corumbá), Paulo Pedro (Tacuru), Wandeli Rosa (Costa Rica), José Robson (Aparecida do Taboado) e Mário Kruger (Rio Verde).

Em 19º, aparece o prefeito de Ribas do Rio Pardo, José Domingues Ramos, seguido pelos gestores Alberto Luiz Sãovesso (Batayporã), Luiz Felipe Barreto de Magalhães (Chapadão do Sul) e Francisco Wanderley Mota (Pedro Gomes).

Fonte: Nova News

Veja também