Menu
Busca quinta, 02 de julho de 2020
MS DIGITAL - COMPET
Interior

Polícia Civil investiga morte de bebê de 40 dias em zona rural de MS

Fato ocorreu na manhã do dia 7 de setembro

09 setembro 2016 - 18h02Por Thiago de Souza

A Polícia Civil de Nova Andradina investiga, a morte de um bebê de apenas 40 dias de vida. Fato teria ocorrido na última quarta-feira (7). O pai da criança, de 29 anos, disse à polícia que o bebê estava tomando alguns remédios receitados no Hospital Regional, logo após seu nascimento e assim que teve alta médica. 

Conforme apurado pelo Jornal da Nova, o pai afirmou que logo pela manhã do dia 7, sua esposa percebeu que o bebê estava ficando com dores de cólicas, mesmo usando medicamentos, não estava melhorando.

Os pais então decidiram levar o filho ao médico, mas como estavam longe, na região conhecida como km 152, logo na saída da fazenda onde moram começaram a perceber que a criança estava perdendo sinais vitais, devido à distância, o casal não conseguiu socorro imediato.

Ao chegarem ao Hospital Regional em Nova Andradina, foram informados que o bebê já estava sem vida. Fato que foi comunicado a Polícia Civil.

A reportagem tentou saber que tipo de medicamento a criança estava usando, mas devido o procedimento da unidade hospitalar, não repassaram as informações. Caso segue em investigação na Delegacia de Polícia, onde foi registrado como morte a esclarecer.

Leia Também

Se desrespeito com toque de recolher continuar, medidas radicais serão tomadas, garante prefeito
Cidade Morena
Se desrespeito com toque de recolher continuar, medidas radicais serão tomadas, garante prefeito
Taxa de letalidade do coronavírus é satisfatória diante do cenário nacional, pontua Trad
Cidade Morena
Taxa de letalidade do coronavírus é satisfatória diante do cenário nacional, pontua Trad
Brasil ultrapassa 61 mil mortes por covid-19
Saúde
Brasil ultrapassa 61 mil mortes por covid-19
VÍDEO: dizendo ser "serva de Deus", mulher agride trabalhador homossexual em rodoviária
Geral
VÍDEO: dizendo ser "serva de Deus", mulher agride trabalhador homossexual em rodoviária