TJMS ABRIL 2024
A+ A-

segunda, 15 de abril de 2024

segunda, 15 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Interior

há 4 semanas

A+ A-

Polícia prende suspeitos de envolvimento em duplo homicídio em Sonora

Dupla é suspeita de ter matado a tiros João Vitor Oliveira de Souza e o professor Jair Ferreira

Uma força tarefa da Polícia Civil e Militar prendeu Wanderson Ferreira Alves, de 26 anos, e João Pablo Kataguiri, 18 anos, suspeitos de envolvimento na morte no duplo homicídio que ocorreu na manhã desta sexta-feira (15), em um ginásio de esportes de Sonora. Eles foram localizados em uma boate no município de Coxim, a 266 quilômetros de Campo Grande. 

A dupla é suspeita de ter assassinado a tiros João Vitor Oliveira de Souza, de 21 anos, e o professor de futebol Jair Ferreira Jara, 49 anos, que morreram no local, e feriram a tiros um terceiro indivíduo. 

 O crime foi presenciado por alunos do professor. 

Segundo informações de sites locais, o jovem foi abordado por indivíduos que teriam chegado em uma motocicleta. João tentou correr, mas foi alcançado e alvejado. Nesse meio tempo, o professor saiu para tentar ajudar e foi alvo dos disparos.  

A principal suspeita é que as execuções estejam ligadas a guerra entre as facções criminosas pelo domínio na região, como Comando Vermelho e PCC (Primeiro Comando da Capital). 

Conforme o Diário Corumbaense, as armas utilizadas nos crimes foram localizadas e apreendidas por uma equipe da Polícia Militar, enterradas no quintal da casa do irmão de um dos autores, que também foi preso. 

A motocicleta utilizada no crime, foi encontrada pelas equipes policiais abandonada em um matagal. Conforme a Polícia Civil, os dois presos são de Mato Grosso do Sul, sendo um de Rio Verde de MT e o outro de São Gabriel do Oeste. 

Ainda conforme o site, durante as investigações, os policiais localizaram e prenderam ainda pessoas que teriam dado fuga e apoio logístico aos autores, tanto em Sonora, emprestando casa, armas, transporte e alimentação, como aqueles que deram abrigo aos criminosos no município de Coxim, para onde fugiram.  

Conforme a Polícia Civil no ato das prisões, os acusados estavam bebendo em uma boate e comemorando os homicídios. O dono do estabelecimento que tinha conhecimento dos fatos também foi preso. 

Ao todo, as equipes policiais prenderam seis pessoas por envolvimentos direto e indireto no crime, entre eles, alguns integram uma organização criminosa. 

Além de serem autuados pelo duplo homicídio, os presos ainda vão responder por organização criminosa armada, corrupção de menores e porte ilegal de arma de fogo. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias