tjms 18/01 a21/01/2021
Menu
quarta, 20 de janeiro de 2021
dengue
Interior

Tetraplégico por causa de piloto bêbado, Amarildo vive de doações e cada dia é uma batalha

Motociclista assumiu que bebeu, mas recorreu da decisão em 1ª instância

21 novembro 2020 - 07h00Por Thiago de Souza

Amarildo Alves de Souza foi vítima de um motociclista bêbado, em acidente de trânsito em abril de 2014, em Dourados. Desde então, ele depende de cuidados especiais e, como o dinheiro é pouco, o dia seguinte é sempre de incertezas. 

O relato foi feito pela irmã dele, que lamenta o fato do condutor alcoolizado e sem habilitação ter escapado das garras da lei. O processo que cobra indenização do suspeito está em fase de recurso e não se sabe quando Amarildo terá direito a uma reparação financeira. 

Enquanto isso, acrescenta a irmã, as despesas com alimentação especial, fraldas e outros itens continuam e são altas. A aposentadoria por invalidez do irmão não cobre os gastos. 

O caso se torna mais dramático ainda pelo fato da mãe dele, que é também é muito doente cuidar dele. 

‘’...nunca sabemos se vai ter fraldas para ele amanhã. Sua alimentação é liquidificada e custa caro. Nem sempre há condições para frutas, legumes e leite para alimentá- lo’’, desabafa a familiar. 

‘’...temos que estar sempre fazendo almoços beneficente, rifas, pedindo doações para manter ele vivo’’, acrescentou a irmã. 

 

Justiça 

O processo contra o piloto bêbado e o dono da moto foi movido em novembro de 2014. Em novembro de 2019, uma magistrada condenou o piloto, mas ele recorreu, dizendo que Amarildo é que teve culpa em atravessar a rua. 

Conforme é de praxe, os recursos demoram a tramitar na Justiça. Os réus chegaram a pedir que uma das audiências virtuais, em razão da pandemia, fosse cancelada. 

A movimentação mais recente nesse processo é do dia 17 de novembro, quando um desembargador pediu vista do pedido de cancelamento da sessão virtual. A próxima análise da ação deve ocorrer em 1º de dezembro. 

O telefone para informações sobre Amarildo é: (67) 9 9903-7675.